Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018 - 12:10 (Colaboradores)

L
LIVRE

PENA ALTERNATIVA - POR CARLOS SPERANÇA

Já se indaga nos meios políticos qual será a pena alternativa a ser cumprida pelo senador Ivo Cassol (PP-RO) a partir do mês que vem. Seria pintar muros e rodapés de escolas? Varrer as ruas de Rolim de Moura?


Imprimir página

Entre as mais diversas medidas previstas pelo Plano Nacional de Segurança do governo Michel Temer, está a construção de mais unidades penitenciárias de segurança máxima no País tendo em vista a demanda elevada de criminosos de alta periculosidade nos Estados. Atualmente o Brasil conta com quatro presídios: Mossoró (RN), Campo Grande (MS), Catanduvas (PR) e Porto Velho em Rondônia, que já teve sérios problemas com a presença de Fernandinho Beira-Mar já expatriado para outros presídios.

As duas próximas penitenciárias de segurança máxima serão construídas em Brasília – cujas obras andaram mais rapidamente – e no município de Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre, conforme decisão recente do Ministério da Justiça já publicado no Diário Oficial da União. Uma terceira unidade será erguida na região metropolitana de Manaus.
Em meio a tantas incertezas com as penitenciárias federais diante dos problemas verificados em Porto Velho (desde com Beira-Mar e depois com Nem da Rocinha) e com os assassinatos de agentes na unidade de Catanduvas (PR), mais quatro unidades serão edificadas no País nos próximos anos.

Gastos de campanha

Já candidato declarado ao Senado para o pleito de outubro, o governador Confúcio Moura (MDB) sintetizou que a campanha será curta, e, portanto, com menos gastos, até porque teria vergonha de pedir recursos para os empresários, pois estes sendo colocados na prestação de contas poderiam se tornar alvo de suspeitas. “Só vou usar o fundo partidário e recursos próprios”, disse.

Núcleos de base

O PDT de Rondônia segue as diretrizes traçadas no final de 2017 lançando núcleos de bases em bairros de Porto Velho e dos movimentos sociais do partido nos principais municípios do Estado. Também a Universidade Leonel Brizola, destinada à qualificação dos quadros partidários, já está funcionando na capital. A legenda é uma das poucas com ações permanentes.

Pena alternativa

Já se indaga nos meios políticos qual será a pena alternativa a ser cumprida pelo senador Ivo Cassol (PP-RO) a partir do mês que vem. Seria pintar muros e rodapés de escolas? Varrer as ruas de Rolim de Moura? Limpar os postos de saúde de Vilhena?

Qualquer opção destas até seria melhor do que cumprir alguma coisa em Porto Velho, onde proporcionaria diversão para seus adversários.

Nos bastidores

Diante do atual cenário político e da negativa do governador Confúcio Moura em desistir da candidatura ao Senado, já se propala nos bastidores que o senador Valdir Raupp (MDB) poderá disputar uma cadeira à Câmara dos Deputados, onde teria mais chances de se eleger. Afinal, enfrentar Confúcio (em alta), Expedito que administra Porto Velho em parceria com o prefeito Hildon Chaves; e Aluízio Vidal (cara nova e bem avaliado na capital), é parada dura.

Emenda de bancada

Da emenda da bancada federal de R$ 130 milhões para pavimentação das ruas de Porto Velho, sobraram pouco mais de R$ 80 milhões. Serão destinados à pavimentação das ruas dos bairros Mariana e São Francisco.

A vantagem é que os recursos, num acordo entre o prefeito Hildon Chaves e a bancada federal, serão utilizados através do 5º BEC, o que representa uma economia de 30% nos gastos e a garantia de que a coisa será feita sem propinas para empreiteiras.

Via Direta

*** O atraso nas obras de dragagem do rio Madeira e o adiamento do início das obras da ponte binacional, em Guajará-Mirim, vai confirmando o contingenciamento de recursos da União *** E por falar em contingenciamento, em Rondônia já se vê o asfixiamento da saúde pública em todos os níveis. É lamentável *** A Operação Tapa-Buracos em Porto Velho é emergencial, já que as chuvas danificaram bastante as ruas e avenidas dos bairros.

Fonte: Carlos Sperança - News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias