Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018 - 14:02 (Polícia)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

MULHER É QUEIMADA POR EX APÓS DENUNCIAR VIOLÊNCIA NA REDE SOCIAL

Ele foi até a casa da vítima com uma garrafa contendo gasolina e ateou fogo depois de jogar o combustível no corpo de Kevelyn.


Imprimir página

Poço Fundo, MG - "Tô com medo só quero que a justiça seja feita antes que esse cara me mate ou me machuque. Não aguentava mais a violência que sofria da parte dele então resolvi largar e ele não aceita.” O depoimento acima é parte da postagem que Kevelyn Flora, de 25 anos, fez exatamente uma semana antes de ser assassinada pelo ex-companheiro, identificado por ela como Cristian.

O crime aconteceu no dia 14 de janeiro em Poço Fundo, cidade com menos de 16 mil habitantes localizada no sul de Minas Gerais. O autor é procurado pela polícia desde domingo e foi visto por moradores na casa da mãe, mas fugiu por uma mata e ainda não foi encontrado.

Ele foi até a casa da vítima  com uma garrafa contendo gasolina e ateou fogo depois de jogar o combustível no corpo de Kevelyn.

Um vizinho de Kevelyn que tentou ajudar a apagar as chamas em seu corpo informou que já tinha presenciado discussões entre o casal e que, numa delas, ouviu o agressor gritar que iria matá-la. No mesmo dia ela encontrou as roupas de suas filhas e as suas rasgadas por Cristian, que ainda queimou seu computador.

Kevelyn morreu na noite de segunda-feira (15) enquanto era preparada para ser transferida para o Hospital João 23, em Belo Horizonte, referência no tratamento de vítimas de queimaduras no Estado. Ela teve 50% do corpo atingido pelo fogo e estava internada em estado grave na unidade de saúde de Alfenas, município vizinho ao que ela morava.

Fonte: 012 - Terra

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias