Domingo, 14 de Janeiro de 2018 - 13:36 (Colaboradores)

L
LIVRE

CAOS NA SAÚDE - MADRUGADA DE TENSÃO E REVOLTA NA UPA LESTE, POLICIA MILITAR FOI CHAMADA PARA CONTER OS ÂNIMOS

Apenas um profissional estava de plantão, e ele ainda tentou atender todo mundo, mas foi impossível. Confira o vídeo!


Imprimir página

Novamente por FALTA DE MÉDICO a UPA LESTE viveu uma madrugada de tensão e revolta. Apenas um profissional estava de plantão, e ele ainda tentou atender todo mundo, mas foi impossível....

Em outro arquivo de áudio enviado para este blogueiro, um servidor tenta acalmar os ânimos, mas os pacientes estavam revoltados a ponto de ameaçarem eles mesmo fechar a UPA, "Já que ela não está servindo para nada mesmo!" Afirmou um dos pacientes que se encontrava na Unidade naquele momento.

O servidor que tentou dar explicações falava a todo instante que não era culpa deles, que estavam ali de plantão, "que as pessoas tinham que esperar segunda-feira e ir reclamar na direção da SEMUSA, que tinham que procurar o prefeito, que não era só a UPA LESTE que estava com apenas um médico, que todos poderiam procurar o ANA ADELAIDE, a UPA SUL, os postos...todos estavam com apenas um médico, e que no JOSE ADELINO, onde uma paciente veio a óbito por falta de atendimento médico, não tinha nenhum porque todos estavam com medo de tirar plantão no local.

O tumulto começou meia noite e a Policia Militar foi chamada, mas nada poderia ser feito. Algumas pessoas já haviam retirado as cadeiras da recepção e levado para fora da unidade, e a PM sugeriu que devolvesse para dentro, e assim foi feito.

Durante toda a madruga, um único médico, que ainda conversou com os pacientes e pediu "paciência" que ele iria atender todo mundo, tentou, mas foi impossível atender a todos.

Fonte: 012 - Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias