Sabado, 23 de Dezembro de 2017 - 10:39 (Polícia)

L
LIVRE

ATIVISTAS DO MOVIMENTO SEM TERRAS CONTINUAM DESAPARECIDOS

Flávio de Lima de Souza, que é ex-brigadista, Marinalva Silva de Souza e Jairo Feitosa, desapareceram depois que foram participar de uma reunião no assentamento Arara, localizada no entorno da BR-319, entre Porto Velho (RO) e Humaitá(AM).


Imprimir página

Três ativistas do Movimento Sem Terras, que atuavam na divisa entre Rondônia e Amazonas, estão desaparecidos desde o último dia 14 de dezembro.

Flávio de Lima de Souza, que é ex-brigadista, Marinalva Silva de Souza e Jairo Feitosa, desapareceram depois que foram participar de uma reunião no assentamento Arara, localizada no entorno da BR-319, entre Porto Velho (RO) e Humaitá(AM).

No local, desde o início do ano, trava-se uma disputa pela posse da terra entre os Sem Terras e um fazendeiro da região.

Segundo Maria Petronila Neto, coordenadora da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em Rondônia, Flávio Souza a procurou dias antes de desaparecer com os colegas relatou estar sofrendo ameaçadas de morte.

Petronila disse que Souza chegou a registrar um Boletim de Ocorrência na capital rondoniense.

Os ativistas desapareceram justamente no dia em que faziam uma vistoria na área, disseram posseiros que estiveram com o trio no dia em que sumiram.

As autoridades rondonienses investigam o caso, mas até agora pouco avançaram. A comunidade manifestou revolta com o desaparecimento dos companheiros e promete movimentos radicais para cobrar respostas dos responsáveis.

Fonte: Anderson Nascimento, com informações ac24horas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias