Quarta-Feira, 20 de Dezembro de 2017 - 16:56 (Polícia)

14
Não recomendado para menores de 14 anos

GRUPO USAVA NOVINHA E SITE DE COMPRAS PARA ROUBAR CASAS EM MANAUS

De acordo com o delegado do caso Danilo Bacarin, a jovem atuava como uma espécie de “isca para atrair as vítimas e conseguir seus endereços.


Imprimir página

Manaus/AM - Uma mulher de 18 anos identicada como Marilena Pedroso de Oliveira foi presa suspeita de pertencer a um bando que usava um site de compras coletivas para cometer assaltos pela cidade.

De acordo com o delegado do caso Danilo Bacarin, a jovem atuava como uma espécie de “isca para atrair as vítimas e conseguir seus endereços. Ele explica que no último dia 7 de dezembro, um dos comparsas de Marilena, que teria se identicado como um advogado de Manacapuru chamado Wilson, entrou em contato com um anunciante de um drone.

Ele simulou que estaria interessado no produto e perguntou se podia mandar sua “sobrinha” dar uma olhada já que não tinha como se deslocar até Manaus. O vendedor aceitou e marcou para que Marilena fosse à residência, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-oeste, no dia 7 de dezembro. No dia do crime, a mulher chegou ao local sozinha, entrou na casa e enquanto fingia avaliar o produto pediu que a vítima lhe desse um copo com água.

Aproveitando-se do momento em que ela se afastou da sala, a jovem abriu a porta para os parceiros e rendeu todos na casa. Os proprietários foram amarrados com o fio de telefone em um dos quartos, enquanto o grupo recolhia tudo o que tivesse valor. Em seguida eles fugiram levando um drone avaliando em R$ 9 mil, aparelhos eletrônicos, relógios, jóias, roupas e um vídeo game de última geração.

Após as investigações sobre caso, os policiais descobriram o endereço da suspeita e a prenderam em casa, na rua Gandhi, bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Norte de Manaus. Os demais suspeitos já estão sendo procurados.

Fonte: 010 - portal do holanda

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias