Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017 - 20:47 (Colaboradores)

L
LIVRE

MAIS UM TROCA NA SEMTRAN - O TITULAR VIROU ADJUNTO E O ADJUNTO VIROU TITULAR!

Agora é esperar até quando o prefeito vai aguentar a barra do agora adjunto, FABIO SARTORI. Vale ressaltar que SARTORI pediu exoneração do cargo de secretário de trânsito de VILHENA para aceitar o convite de Hildon Chaves para a titularidade na capital.


Imprimir página

Hildão, em mais um de seus brilhantes atos administrativos, troca o TITULAR que veio importado de VILHENA como mais um "grande especialista" de trânsito, pelo adjunto, que é uma solução caseira, e COM CERTEZA, é muito melhor que qualquer especialista com curriculum invejável.

FABIO SARTORI VIEIRA não chegou nem a esquentar a cadeira de TITULAR da SEMTRAN e já foi exonerado pelo prefeito Hildon Chaves. Foi apenas 13 dias como titular, mas ele não é recordista de "menor tempo" no cargo, já que o primeiro a cair, passou apenas 9 dias no cargo.

CARLOS HENRIQUE DA COSTA, "O CARLÃO",  que assumiu interinamente a bomba deixada pela "grande estrela" MARDEM NEGRÃO, e em menos de 24 horas resolveu um problema que já perdurava à mais de um mês, que era a questão dos semáforos que estavam causando o caos no trânsito da capital, ficou como bucha esperando o prefeito nomear o seu preferido, que já tinha sido convidado 60 dias antes de MARDEM cair, e foi rebaixado a condição de ADJUNTO, mas nesta segunda feira (18/12), com a publicação do Diário Oficial, o prefeito corrigiu (EM PARTE) um ato que nem deveria ter sido feito, INVERTEU AS POSIÇÕES, entre os dois, titular e adjunto, dentro da SEMTRAN.

Agora é esperar até quando o prefeito vai aguentar a barra do agora adjunto, FABIO SARTORI. Vale ressaltar que SARTORI pediu exoneração do cargo de secretário de trânsito de VILHENA para aceitar o convite de Hildon Chaves para a titularidade na capital.

Será que ele vai aceitar essa situação? 2018 promete muito na secretaria de trânsito de Porto Velho.

Fonte: Carlos Caldeira - News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias