Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 - 14:28 (Colaboradores)

L
LIVRE

A REVOLTA DO ALCAIDE - POR CARLOS SPERANÇA

Existem buracos municipais, estaduais e federais. Não aceitando ser criticado pelo que não devia.


Imprimir página

O ex-prefeito Roberto Sobrinho (PT), quando criticado pelos buracos na cidade de Porto Velho, durante a estação das chuvas, o nosso inverno amazônico, já explicava para a população a situação, bem humorado: Existem buracos municipais, estaduais e federais. Não aceitando ser criticado pelo que não devia.

Apupado pela população e revoltado com o descaso da Caerd com relação aos reparos nos buracos efetuados na cidade para a instalação da rede de água, o prefeito Hildon Chaves foi às redes sociais exigindo que os buracos estaduais (caso da recomposição asfaltica) sejam devidamente fechados.

Ocorre que o prefeito nesta época do ano paga o pato por tudo. Hildon, como todos os ex-prefeitos, nesta época do ano é responsabilizado pela população por tudo, e é alvo do auge de desgaste da administração pública, o que depois é recuperado no verão.

Encerrando o primeiro ano de mandato, Hildon Chaves, depois de ser muito festejado com a grande virada em 2016, já foi taxado até de “estrangeiro” nas redes sociais, apesar de residir há mais de 20 anos nestas bandas. Um comportamento típico da capital. Nem Teixeirão e Chiquilito escaparam da maledicência dos linguarudos!

Pacto das eleições

O pacto formado para as eleições do ano que vem pelo senador Ivo Cassol (PP), pelo ex-senador Expedito Júnior (PP) e pelo prefeito Hildon Chaves (PSDB) deu uma estremecida com os recentes acontecimentos envolvendo Ivo, que ainda está à espera de revisão de condenações e enfrenta tantos outros processos na justiça. Os desgastes são bravos e o impacto negativo na imagem do ex-governador.

Escolha favorece

A escolha do candidato ao governo, entre os pactuados acima, seria direcionada àquele que estiver mais bem aquinhoado nas pesquisas até as convenções de julho.

O inverno amazônico tratou de tirar o tucano Hildon Chaves da parada, as vaias de milhares de pessoas na capital para Ivo Cassol, e o fato dele tentar disputar eleição sangrando, também o tiram do páreo. Expedito, a caminho do PSD, então, pinta como o provável candidato ao governo desta coalizão.

Entusiasmado

E quem está entusiasmado com a pré-temporada é o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, provável candidato do PMDB ao governo do Estado. Ele acredita que foi o grande beneficiado pelos recentes entreveros envolvendo os demais postulantes ao governo, e que o apoio do atual governador Confúcio Moura a sua postulação será determinante para ele galgar um provável segundo turno.

A renovação

Eu não queria estar na pele dos oito deputados estaduais de Porto Velho que buscam a reeleição. A população clama por renovação, e eles enfrentam pelo menos três vereadores afiados – Palitot, Maurício Carvalho e Elis Regina – como predadores; e mais Chagas Neto, Williames Pimentel e Irma Fogaça com as garras afiadas para tomar suas cadeiras a dentadas. Dos oito, se sobrar dois já vai ser muita coisa.

É a tendência

Pelo desenrolar dos acontecimentos, Porto Velho terá dois deputados federais disputando a reeleição – Mariana Carvalho (PSDB) e Lindomar Garçon (PRB) e mais o deputado estadual Léo Moraes (PPS), o ex-prefeito Mauro Nazif (PSB), além do pastor Valadares (PSC) funcionando como predadores.

Ora, não temos capão para abrigar tantos tigres. Não querendo voduzar, mas já voduzando, acredito que muitos vão sair da contenda com as fuças arranhadas.

Via Direta

*** A prefeitura da capital comemora quase 100% de transparência, uma raridade no municipalismo brasileiro *** O ano está acabando com um dos maiores índices de criminalidade de todos os tempos no Vale do Jamari.*** E as disputas pela terra continuam sangrentas. É coisa de louco! *** Os comerciantes das principais avenidas da capital estão chiando com o atraso da decoração natalina nas principais avenidas. Mas hoje o cenário poderá mudar.

Fonte: Carlos Sperança - News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias