Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 - 12:27 (Geral)

L
LIVRE

INOVAÇÃO NO TERRITÓRIO DO VALE DO JAMARI COM A CRIAÇÃO DO COMITÊ DE DESENVOLVIMENTO

No território composto de treze municípios, funcionou de 2015 a 2017 o Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) Vale do Jamari do Sebrae, com diversas parcerias públicas e privadas.


Imprimir página

Para quem pensa, que quando um projeto acaba, é a hora de comemorar e fim! Reveja seus conceitos, pois um grupo de agentes de desenvolvimento do Vale do Jamari em Rondônia pensou de forma estratégica e diferenciada com a finalização do Projeto DET na região e resolveu que era hora de fazer acontecer inovando para atingir ainda mais resultados.

No território composto de treze municípios, funcionou de 2015 a 2017 o Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) Vale do Jamari do Sebrae, com diversas parcerias públicas e privadas. De acordo com a coordenadora do projeto Cristina Marques, “Esse projeto tinha como principal objetivo dinamizar a economia, criando novas fontes de circulação de renda, preparando a governança regional para ações de impacto micro e macro, que fortalecessem as micro e pequenas empresas, com apoio da administração pública, e esses objetivos foram alcançados”.

O Projeto deu certo e foi um sucesso de execução, conseguindo atingir um número grande de empresas e de novas empresas, cerca de 2.000 novos negócios instalados só em um ano. Conforme Marilene da Luz, agente de desenvolvimento de Monte Negro, foram mais de 9.000 pessoas capacitadas com certificados emitidos”.

Além desses números, o projeto com as ações e parcerias locais/regionais constituídas na grande maioria pelos agentes de desenvolvimento, via Sala do Empreendedor, contribuiu para que se ampliassem em média mais de 20% a compra local com as Micro e Pequenas Empresas. Já com os produtores rurais que se beneficiaram, o incremento da compra com agricultura familiar chegou a 100% em alguns municípios. São mais recursos circulando hoje na economia dos municípios, superando assim a crise, tanto para o setor público quanto para os empreendedores. Com certeza a região é digna de receber visitas de todo Brasil, visitas de lideranças que queiram copiar as boas práticas aplicadas, “essas boas práticas estão todas documentadas, segundo a gestora do projeto Franciluci Nascimento”.

E não paramos por aí, o grupo formado por mais de vinte agentes de desenvolvimento dos municípios da região, pediu auxílio ao Sebrae para que o encerramento do Projeto, desse encaminhamento a uma inovação, e fundaram o Comitê de Desenvolvimento do Território do Vale do Jamari. Esse Comitê contempla as metas das lideranças regionais, dentre elas: desenvolvimento municipal; desenvolvimento territorial; interação; abertura de novos caminhos; desenvolvimento de pessoas; crescimento pessoal; qualidade de vida; planejamento do futuro e busca por estratégias de fomento ao desenvolvimento em geral.

Para atingir as expectativas, o grupo de agentes de desenvolvimento criou a visão do Comitê que é de “Tornar o Território do Vale do Jamari como referência estadual de desenvolvimento sócio econômico”. Para isso constitui-se em parceria com o Sebrae as propostas de que serão trabalhadas de 2018 a 2020 que são:

—  Propor a criação do “Consórcio do Vale”;

—  Educação empreendedora nas escolas, bem como a implantação de cooperativas escolares”.

—  Projeto cooperar, SICOOB (Serviço Social) apoio ao empreendedorismo e cooperativismo.

—  Apoio a “rota turística” do Vale do Jamari.

Com certeza a região do Vale do Jamari em Rondônia, está encerrando um ciclo de sucesso com o Projeto DET Vale do Jamari e ingressando em outro que terá muitas oportunidades para que as pessoas a cada dia tenham melhor qualidade de vida, a partir do desenvolvimento local.

Fonte: 010 - Mário Antonio Veronese

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias