Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 - 08:54 (Geral)

L
LIVRE

WALTER WALTENBERG TOMA POSSE COMO PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE RONDÔNIA

O atual presidente do TJRO, desembargador Sansão Saldanha, conduziu a solenidade e, já na abertura, fez um balanço de sua gestão.


Imprimir página

Na tarde desta quinta-feira, véspera do dia da Justiça, o Poder Judiciário de Rondônia empossou nova cúpula administrativa do Tribunal em cerimônia prestigiada por autoridades civis e militares, magistrados, servidores e familiares dos empossandos que lotaram o auditório do Tribunal e Pleno e espaço ao lado preparado, exclusivamente, para receber os convidados.

O atual presidente do TJRO, desembargador Sansão Saldanha, conduziu a solenidade e, já na abertura, fez um balanço de sua gestão. Refletiu sobre a grande responsabilidade, “a maior da carreira de um juiz”, a de conduzir o Poder Judiciário do Estado. O magistrado disse que “só daqui de dentro é que podemos avaliar quanto os cidadãos e cidadãs contam com o juiz para organizar suas vidas. Entretanto, revelou, “no começo parece-nos que não há, como em dois anos, resolver todas as reinvindicações, todas as demandas próprias do Poder Judiciário”.

Mas o desembargador, reforçou que o desafio de fazer Justiça com presteza, apesar de tudo, os dois anos de gestão são suficientes. Isso porque, no Judiciário, o que uma gestão começa a outra prossegue e uma última conclui, “Rogamos graças aos nossos pares por tamanha sabedoria e compreensão sobre o que é o interesse público”, afirmou.

Lembrou, ainda, que os compromissos foram cumpridos com eficácia e precisão. “Fizemos uma gestão ágil, atenta, com uma equipe que agiu com desprendimento”, ao se referir ao vice-presidente, Isaias Fonseca, ao corregedor, Hiram Marques, e ao diretor da Emeron, Paulo Kiyoshi Mori.

O desembargador Sansão disse, ainda, que o Poder Judiciário vem enfrentando dias tormentosos, com ataques de todas as direções,  e exaltou o fato de que os juízes estão laborando com afinco para construir uma sociedade assentada em bases morais.

COMPROMISSOS

Cumprindo o rito regimental, o presidente do TJRO convidou os empossandos a prestarem juramentos. Em seguida foram colhidas as assinaturas e, por último, foram declarados empossados nos cargos. Primeiro os desembargadores membros do Conselho da Magistratura, Raduan Miguel Filho e Daniel Ribeiro Lagos; em seguida vice e diretor da escola da Magistratura de Rondônia, juiz Guilherme Ribeiro Baldan, e desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, logo após o Corregedor-Geral da Justiça, José Jorge Ribeiro da Luz, o vice-presidente do TJRO, desembargador Renato Mimessi, e, finalmente, o presidente Walter Walternberg Silva Júnior.

Convidado a saudar os novos titulares, o desembargador Alexandre Miguel, representando a Corte e a Associação dos Magistrados de Rondônia. Ele destacou que o nome de Sansão Saldanha já tem seu nome escrito na história da Justiça de Rondônia. Enalteceu a gestão por ter remodelado a estrutura orgânica e muito fez em prol da Justiça.

Sobre o novo presidente, comentou que Walter Waltenberg é um homem de rara sensibilidade, que conhece desde o tempo em que judicavam juntos na comarca de Rolim de Moura. Atribuiu ao comportamento dele a frase de Eduardo Coutures: “Teu dever é lutar pelo direito. Mas se um dia encontra o direito em conflito com a Justiça, luta pela Justiça”. Classificou o novo presidente como pessoa de pensamento inovador, caráter moderno e avançado.

Opinião semelhante expressou o procurador-geral do Ministério Público, Airton Pedro Marin, que, ainda, desejou sucesso ao novo condutor do TJRO. “Tenho certeza que conduzirá o Judiciário rondoniense, assegurando-lhe o respeito e credibilidade dos quais sempre foi detentor, utilizando-se da necessária e imprescindível firmeza”, disse. O procurador, ainda, defendeu a união dos órgãos ligados ao Judiciário e elogiou a condução da cúpula atual, pautada pela ética e humanidade.

 

O presidente da OAB, seccional Rondônia, Andrey Cavalcante, iniciou sua fala elogiando o Judiciário rondoniense, sempre um “modelo ao sistema de justiça no Brasil”. Destacou, ainda, a atual gestão, que contribuiu com o avanço da Judicatura e da democracia no Estado. Por fim, reverenciou o novo presidente; um exemplo de produtividade em sua câmara de atuação. “A advocacia deposita a esperança de dias cada vez melhores em vossa mãos”, finalizou.

 

DISCURSO DE POSSE

Walter Waltenberg, iniciu seu discurso de posse falando da maior dificuldade do Judiciário em meio ao ambiente dos avanços tecnológicos. “Vivemos a 4ª revolução industrial”. Para o desembargador, que assume o TJRO, a “dor do Judiciário é a lentidão”, por isso anunciou que sua administração será pautada na modernização. “Com a revolução que se impõe espero liderar os servidores e magistrados de todo o Estado, numa revolução de costumes, de práticas, de atitudes”, destacou.

Elogiou a coragem dos antecessores ao tomar medidas nesse sentido, como a implantação de programas e plataformas que buscam a inovação. “Durante muitos anos, fomos exemplos na área de tecnologia. Somos craques em fazer acontecer. Juntos: magistratura, MP, advogados, OAB, governo e legislativo, vamos investir num processo eletrônico unificado, um só, cível, criminal e administrativo; surfando com velocidade e segurança em todos os níveis”, propôs o desembargador.

Sobre a responsabilidade “mais elevada” no Judiciário, Waltenberg afirmou que trata-se de uma honra que divide com todos, principalmente dos familiares. Agradeceu “às lições de amor à liberdade”, de seu pai; as lições de ética do irmão, e a confiança dos filhos. Um deles, Marcos Vinicius, foi a até o microfone para expressar sua gratidão ao pai. Momento de emoção também quando o desembargador agradeceu à mãe, D. Lúcia, e à esposa, Silvia.

 

O novo presidente fez deferência, ainda, aos pares, aos amigos, aos servidores, todos companheiros de luta. “Que Deus permita ser mais um presidente para a democracia e para a liberdade”, finalizou.

ENCERRAMENTO

As esposas dos desembargadores da nova cúpula foram homenageadas com flores. Goiany Santana Frutuoso Cerqueira Saldanha entregou o buquê a Silva Rufino do Nascimento;Maria Silvia Garcia, presenteou Denise Luciano Gomes Mimessi; Cristiane Andrade da Silva homenageou Ivone Rodrigues da Silva Luz e Renata Kriger Miguel entregou o buquê a Geysa Valéria Soato Marins Diniz Grangeia.

A solenidade teve também a participação do Coral Vozes do Madeira, formado por servidores do TJRO. Além do hino nacional, no início a cerimônia, o grupo musical fez uma apresentação especial com repertório composto por canções de Gilberto Gil e Milton Nascimento.

 

Sansão Saldanha declarou encerrada a sessão solene de posse. A nova cúpula, que passará a atuar a partir de 1º de janeiro de 2018, recebeu os cumprimentos dos convidados ao som do grupo instrumental “Agravo de Instrumento”, formado por servidores e magistrados do TJRO.

Fonte: 012 - TJRO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias