News Rondônia Notícias de Rondônia, Brasil e o Mundo
Sabado, 05 de Dezembro de 2020

Livre

POLÍTICA & MURUPI: PIOR DO QUE TÁ NÃO FICA - POR LEO LADEIA

Pelo que fez ou não fez não fará falta ao país. Que volte ao seu trabalho de palhaço. É seu ofício de verdade.
Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017 - 17:35

FRASE DO DIA:

"O presidente Temer não precisa se preocupar em encontrar um candidato para defendê-lo em 2018. O que o governo vai precisar encontrar é um bom advogado". – Senador Alvaro Dias

1-Contraponto I

Confesso-me encantado com as posições da Procuradora Geral da República Raquel Dodge. As falasas cobranças que faz - isso é sua obrigação - são contrapontos firmesao STF. Jiminy Cricket, o “grilo falante” e consciência do Pinóquio, Raquel Dodge chama o Judiciário às falas com a autoridade e a precaução de quem assistiu o derretimento do seu antecessor Rodrigo Janot que comeu o pão que o diabo amassou no STF.

Semana passada a PGR disse que o Judiciário “não tem auxiliares de força” e que o Legislativo não atua como órgão revisor de atos judiciais.

2-Contraponto II

Assentou ainda mais, “a validade de suas decisões decorrem da autoridade moral de seus juízes e da autoridade do próprio poder”, ao defender as ações correntes que questionam constituições estaduais que dão imunidades a deputados estaduais. “Se outro poder resolve revisar decisões, a autoridade do Judiciário fica abalada”.

Sem bater de frente, a PGR deixa subtendido que não se trata de desconhecer imunidade conferida a deputados estaduais, mas de assegurar convivência pacífica entre os poderes. “Garantir que cada um dos poderes exerça as suas atribuições com independência, autoridade, e dentro devidos processos legais”, e fecha citando o caso Aécio: “A decisão desta Corte naquela ação não tratava de prisão, não tratava de autorização ao Poder Legislativo para revogar decisão judicial”. Se fomos muito, não avancemos mais, se entendi bem. 

3-Pior do que tá não fica

Um Tiririca triste, magoado, pego com a mão na cumbuca no caso da passagem aérea para fazer um show, tendo que assumir o que dissera antes numa entrevista nacional, que teve que usar a rede pública de saúde para sua mãe, pressionado por um colega e desiludido por não enxergar o seu futuro político foi à Tribuna da Câmara e fez um discurso que pode ser analisado por diversos ângulos.

Pelo que fez ou não fez não fará falta ao país. Que volte ao seu trabalho de palhaço. É seu ofício de verdade.

4-Enfim, uma alteração de força

Para alterar a lei que prevê reclusão de 2 a 4 anos de detenção para quem matava ao volante a Câmara produziu um texto que eleva a pena para 5 a 8 anos de reclusão. Se o motorista estiver sob efeito de bebida alcoólica ou qualquer substância psicoativa que determine dependência, a reclusão será de 5 a 8 anos, além da suspensão da habilitação ou proibição do direito de dirigir veículo automotor. Como a proposta já passou pelo Senado, segue à sanção presidencial. Enfim!

5-F... News

Escolhido por seus pares, o ministro Luiz Fux assumirá o TSE em 2018. Entendo que é um nome excelente para estar à frente de uma capanha eleitoral muito diferente daquilo que conhecemos.

Ele diz que quer fortalecer o combate às notícias falsas disseminadas na internet e em aplicativos de mensagens. E apesar de pouco revelar já tem algo em mente: “Não quero antecipar ainda o que vou fazer, mas acho que tem de haver um mecanismo de obstrução a ‘fakenews’ para que elas não sejam capazes de influir no resultado da eleição”. Uma tarefa difícil.

6-Folha real, folha paralela

Saiu a folha real com os salários e penduricalhos do TJ do estado de Rondônia. É um instrumento interessante para motivar jovens filhos e netos que ainda não descobriram a vocação profissional. E saíram novas condenações contra deputados que montaram a folha paralela para manutenção de benesses, perpetuação do poder e enriquecimento ilícito. É outro instrumento interessante para motivar jovens filhos e netos que estão em formação para entender o que é rés pública. Dinheiro público é sagrado e independente do grau da autoridade, quem recebe e manuseia deve explicar a origem, razão do porque recebe e prestar o serviço para o qual é pago. Todos, todos são antes de tudo servidores do povo.

leoladeia@hotmail.com
Facebook Leo LadeiaII

Fonte - Leo Ladeia/NewsRondônia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.