Terça-Feira, 05 de Dezembro de 2017 - 11:02 (Polícia)

12
Não recomendado para menores de 12 anos

HOMEM AGRIDE GRAVEMENTE MULHER, FOGE DO LOCAL E LOGO APÓS, ACABA PRESO PELA PM COM MAIS DE MEIO QUILO DE DROGA

O suspeito já velho conhecido no meio policial foi identificado como RUDNEY DOS SANTOS SILVA, de 24 anos.


Imprimir página

Rolim De Moura - Na noite do último domingo (03), a Polícia Militar em Rolim de Moura prendeu um homem suspeito de envolvimento em crimes de violência doméstica e tráfico de drogas. O suspeito foi identificado como Rudney dos Santos Silva, velho conhecido no meio policial.

De acordo com informações, a PM foi acionada inicialmente para atender uma ocorrência de violência doméstica no Residencial Jatobá II, Bairro Cidade Alta. Uma Guarnição de Rádio Patrulha ao chegar no local teria encontrado uma mulher gravemente ferida na região da cabeça e braço.

Segundo a polícia, os bombeiros foram acionados, porém devido estarem empenhados no atendimento de outras ocorrências, e dada à gravidade em que a vítima se encontrava, os próprios policiais com a ajuda de uma pessoa que estava próxima, socorreram a mulher que estava semiconsciente até o Hospital Municipal para atendimentos médico, e posteriormente devido a gravidade, a mesma foi encaminhada para uma Unidade Hospitalar no município de Cacoal/RO.

Após cometer o crime, o principal suspeito Rudney dos Santos, que é amásio da vítima, fugiu do local. Pouco tempo depois o suspeito foi localizado e preso. Já na residência do suspeito, os militares encontraram dois tabletes de substância entorpecente, aparentemente maconha, que pesou cerca de 572 gramas.

Rudney dos Santos foi conduzido até a Unisp da cidade, juntamente com a droga apreendida. O mesmo foi autuado em flagrante delito pela Autoridade Policial por crime de tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, Rudney foi preso recentemente em cumprimento a Mandado de Prisão, e logo após fora posto em liberdade condicional fazendo uso de tornozeleira eletrônica.

Fonte: 010 - alerta rolim

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias