Segunda-Feira, 04 de Dezembro de 2017 - 17:02 (Geral)

L
LIVRE

TAXISTAS DE PORTO VELHO LANÇAM SISTEMA ‘TÁXI COMPARTILHADO’, MAS SERVIÇO JÁ GERA POLÊMICA ENTRE UBER, ÔNIBUS E MOTO-TAXISTA

Para analistas, o novo serviço ora implantado pelos taxistas carece, ainda, de licenciamento por parte do Município.


Imprimir página

Porto Velho, Rondônia – A exemplo da capital amazonense (Manaus), taxistas porto-velhenses lançaram, nesta segunda-feira (4), o sistema de ‘Táxi-Compartilhado’ em resposta direta ao funcionamento do UBER, transporte coletivo e moto-taxista no Estado.

A iniciativa, já posta em prática em outras capitais brasileiras, nesta cidade possibilitou uma grande carreata de taxistas pelas principais ruas e avenidas, na tentativa de atrair usuários para que passem a utilizar o novo serviço ao preço médio de R$ 5 por corrida contratada.

À frente, a diretoria do Sindicato dos Taxistas (SINTAX), por seu presidente Chiquinho do SINTAX, o movimento enfrentou a chuva que desabou sobre a Capital. Na ocasião, puxados em seqüência por um caminhão-som, à cada paradinha, ‘a propaganda exortou a população a usar o serviço ao preço de até R$ 5 por pessoa e 25% nas chamadas por Aplicativo durante a vigência do novo sistema’.

Para analistas, o novo serviço ora implantado pelos taxistas carece, ainda, de licenciamento por parte do Município. Porém, sobre o assunto, taxistas alegaram que, ‘o serviço diz respeito ao Sindicato e seus profissionais filiados’. E em nada podem nos imputar qualquer tipo de ilegalidade, afirmaram.  

Outro aspecto dentro de uma possível ilegalidade que poderia ser atribuído ao novo sistema, segundo esses mesmos analistas, seria a falta de regulamentação da nova tarifa junto ao município. Sobre o assunto, ‘nenhum taxistas que aderiu ao novo serviço, quis se manifestar.

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias