Sexta-Feira, 01 de Dezembro de 2017 - 08:24 (Polícia)

L
LIVRE

APÓS VIAS DE FATO ENTRE ALUNOS EM ESCOLA RURAL, PM LOCALIZA ARMA DE FOGO DE UM DOS ENVOLVIDOS

Diante dos fatos foi terminado o registro de ocorrência e os jovens apresentados ao delegado para medidas que o caso requer.


Imprimir página

Policiais do 7°BPM foram acionados, via 190, na tarde desta quarta-feira (29/11) para atender uma ocorrência de vias de fatos na escola municipal Paulina Mafini, localizada na área rural de Ariquemes. Solicitação esta que resultou na localização de uma arma de fogo.

Vias de fatos x arma de fogo

Após a solicitação, uma Guarnição da Patrulha Escolar do 7°BPM deslocou-se ao local e ao fazer contato com o responsável pela escola, foram informados que quatro alunos iniciaram uma discussão e depois entraram em vias de fatos – socos e empurrões, até o momento que um professor tentou separar e acabou sendo alvo de socos.

Momentos depois alguns alunos, que não quiseram se identificar, informaram que um dos alunos – um jovem de 19 anos – estava armado e que havia escondido a arma antes da chegada da Guarnição, durante a revista apenas um canivete foi encontrado em sua mochila. Os alunos ainda disseram que o referido aluno leva constantemente a arma para a escola.

Com base nas informações os policiais continuaram as buscas nas imediações e locais baldios da escola, porém sem êxito. Os responsáveis pelos alunos e o Conselho Tutelar foram acionados, em seguida todos envolvidos conduzidos à delegacia para registro de ocorrência.

A Guarnição já estava na UNISP registrando o BOP – Boletim de Ocorrência Policial, quando funcionários da escola acionaram novamente a PM, informando que alunos haviam indicado a localização da arma. A Patrulha Delta deslocou-se a escola realizou busca no local indicado pelos alunos e lograram êxito ao encontrar uma arma de fogo caseira feita para calibre semelhante a .22.

Quando a Patrulha Delta chegou a UNISP com a referida arma, foi indagado ao aluno suspeito sobre a procedência e ele afirmou que a arma foi fabricada pelo seu avô, que já morreu. Diante dos fatos foi terminado o registro de ocorrência e os jovens apresentados ao delegado para medidas que o caso requer.

Fonte: 012 - PM/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias