Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017 - 12:52 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: FESTEJO DE SANTA BÁRBARA

Começa no próximo domingo 26, o tradicional festejo de Santa Bárbara, na Vila Tupi em Porto Velho, organizado pelo Recreio Iemanjá.


Imprimir página

Começa no próximo domingo 26, o tradicional festejo de Santa Bárbara, na Vila Tupi em Porto Velho, organizado pelo Recreio Iemanjá.

Segundo Manoel Roberto, o Beto, este ano a comemoração será especial porque a casa completa 105 anos de existência.

As comemorações em homenagem a Santa Bárbara começam às 18 horas do dia 26, com levantamento do mastro, novena e ladainha na igreja. No terreiro, ocorre a abertura oficial com tambor. Nos dias seguintes, continua a novena.

Já no dia 4 de dezembro, às 12 horas, haverá almoço em ação de graças à santa. Às 17 horas, tem procissão que sai até a Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora, na Vila Tupi, onde será celebrada a missa. Em seguida, o festejo continua no terreiro.

O festejo de Santa Bárbara será na Rua Ubirajara, 234, no Bairro Vila Tupi, em Porto Velho.

Lembrando que o Terreiro de santa Bárbara foi criado em Porto Velho pela maranhense Esperança Rita. Existe inclusive, certa dúvida quanto ao ano da fundação do Terreiro. Alguns historiadores dizem que foi em 1913/14 e outros que foi em 1916.

Como a divulgação distribuída pelo Beto diz, que o Terreiro está completando 105 anos, quer dizer que o ano de sua criação foi 1913.

Você pode ver na programação, que no dia 4 de dezembro dia de Santa Bárbara a festa começa com a procissão que saindo Terreiro e vai até a igreja católica da Vila Tupi. No sincretismo, Santa Barbara é Iansã. Vamos ver o que diz a literatura

Na liturgia da umbanda, Iansã é senhora dos eguns, os espíritos dos mortos, menos cultuados no candomblé.

Na umbanda, a guia de Iansã é de cor laranja (coral) e, no candomblé, é vermelha, mas podendo ser utilizado a guia de cor vermelha na umbanda. No candomblé, também é chamada de Oyá. Seu dia da semana é quarta-feira e sua saudação é Eparrei.

Santa Bárbara foi morta pelo próprio pai por se converter ao catolicismo e após sua execução, um raio atingiu a cabeça de seu executor.

Oyá, é senhora dos raios, a orixá tem o poder de controlar não só os raios, mas também os ventos e tempestades.

Além desta similaridade, ambas as divindades são representadas segurando uma espada.

A ligação do Terreiro de Santa Bárbara com a igreja católica em Porto Velho, é centenária, Mãe Esperança e os integrantes da Associação conseguiram que a capela de Santa Bárbara, fosse inaugurada ou benzida, pelo Bispo Dom Pedro Massa e com isso conseguiram muitos adeptos.

O Terreiro de Santa Bárbara mais famoso, era localizado a rua Joaquim Nabuco esquina com rua Bolívia. Ali ficou por alguns anos após a morte de Mãe Esperança Rita sob as bençãos do babalorixá Pai Albertino que depois, o levou para a Vila Tupi onde até os dias de hoje está funcionando.

No tempo da Joaquim Nabuco, o entorno do Terreiro, se transformava num verdadeiro arraial, pois, semanas antes do dia 4 de dezembro, dia de Santa Barbara – Iansã, se realizava a festa de levantamento do Mastro e a partir de então, toda noite tinha “Batuque” e, enquanto os filhos e as mães de santo baiavam (dançavam), dentro do barracão do terreiro o público se deliciava com as comidas típicas vendidas pelas “Banqueiras” em frente ao Batuque.

A procissão de Santa Bárbara no dia 4 de dezembro, era acompanhada por uma multidão e depois do ato religioso católico, o tambor ecoava por toda a região do hoje bairro de Santa Bárbara.

Junto com amigos como Bainha, Pedro Silva e outros, eu, de vez em quando, balançava o Ganzá acompanhando os pontos puxados pelo Pai Albertino.

Domingo vamos mais uma vez prestigiar a festa do mais antigo Terreiro de Rondônia que agora está na Vila Tupi. Eparrei Iansã!

Danielle Santos eleita Miss Comerciária 2017

A jovem Danielle Santos (18), representando a Loja “Estrela Ponto Com”, foi eleita sábado passado dia 18, Miss Comerciária 2017.

Dani concorreu com 14 candidatas, representantes de diversas empresas de Porto Velho e no final, os jurados Waldemar Neto, Araújo da RedeTv/RO, Lima da Rede Amazônica de Televisão, Júnior Cavalcante – Vereador, Flaw Nag da B&Z Agence e Elisangela da Blue Piscina computaram as maiores notas em favor da Danielle. A jovem Miss Comerciária 2017 é uma das atrações do boi bumbá Corre Campo defendendo o item Cunhã Poranga no Arraial Flor do Maracujá.

A festa também classificou em 2º lugar, a jovem Fernanda Simas (19), representante da Casa das Redes e Confecção São Bento; Em 3º lugar Priscila Alves (24), representando a JM Confecções. “Esse foi o 4º Miss Comerciária sob minha coordenação. Estou muito feliz pelo sucesso da festa”, disse J Júnior.

Jotinha como é mais conhecido o promoter, apresenta diariamente na RedeTV/RO o programa “Show do Menor Preço” que apesar do título, não é um canal apenas de ofertas (Shop TV), pois em sua grade constam apresentações diversas, inclusive show musical, desfile de moda em especial de langerri. As candidatas apresentadas durante o concurso Miss Rondônia Comerciária 2017, sempre são convidadas a participar do programa Show de Preços Baixos. “A Danielle é modelo fotográfico de várias marcas e agora, ao vencer o Miss Comerciária, com certeza, será muito mais requisitada pelos publicitários”, finalizou J. Júnior.

Sesi-Senai-IEL Lagoa apresentam balé Giselle

Apresentado pela primeira vez em Paris no ano de 1840, o balé Giselle é um dos maiores clássicos de repertório. Este foi o escolhido pela Academia de Balé do Sesi-Senai-IEL Lagoa-RO, para a tradicional apresentação de final de ano. A adaptação e coreografias têm a assinatura das professoras e coreografas Rita Nascimento e Tácia Barreto.

A apresentação acontece dias 24 e 25 de novembro, no Teatro Palácio das Artes, em Porto Velho, a partir das 19h30, com a participação de mais de 150 bailarinos, entre crianças e adultos.

O espetáculo será dividido em três partes. Abrindo a programação, “O fantástico mundo dos desenhos infantis” com as coreografias A bela e a Fera; Cinderela; O pequeno Príncipe; Aladin; Alice (As cartas); As Minnies e O Rei Leão”. Na sequência, o prólogo do balé Giselle, uma história de amor que mistura realidade e fantasia. Encerrando o espetáculo, o terceiro ato traz a apresentação intitulada “Brasil”.

A gerente da unidade Sesi-Senai-IEL Lagoa PVH, Fabiana Amaral ressalta o balé Giselle como um dos poucos balés dessa tradição que ainda é apresentado nos palcos, dançado em tutu romântico.“O papel de Giselle é um dos mais procurados no balé, já que exige tanta perfeição técnica quanto excelente graça e lirismo. E os alunos do Sesi vão apresentar um espetáculo lindo e emocionante”, disse.

Fabiana explica que o custo do ingresso é R$ 15,00 mais um quilo de alimento não perecível, que deverá ser entregue no ponto de venda no setor de atendimento da unidade Sesi-Senai-IEL Lagoa-PVH (Av. Rio de Janeiro). Estudantes (com apresentação de carteira estudantil) e crianças pagam meia.

Fonte: 010 - Silvio Santos/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias