Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 - 21:29 (Política)

L
LIVRE

HILDON CHAVES ESNOBA LEO MORAES E RECUSA EMENDAS PARLAMENTARES DE SUA AUTORIA

A proposta do deputado petebista é a de que facilitar o serviço já prestado pelo Governo do Estado, através do ‘TUDO AQUI’ – antigo Shopping Cidadão – no âmbito municipal, ‘focando, especialmente, na atenção aos cidadãos que moram nos Distritos e comunidades afastadas’.


Imprimir página

Porto Velho, Rondônia – A recusa do prefeito Hildon Chaves (PSDB) em não celebrar convênio para entrega da cédula de identidade (RG) pode levar o município a prejudicar os cidadãos quanto à sua documentação pessoal.

A medida tomada pelo prefeito – que é Promotor de Justiça –, na opinião de vários segmentos da sociedade, ‘é uma forma, provável, de retaliação política ao deputado Léo Moraes e a outros fora do grupo político dele’, citou o líder rural João Carlos da Silva, 35, habitante ao longo da BR-364.

A proposta do deputado petebista é a de que facilitar o serviço já prestado pelo Governo do Estado, através do ‘TUDO AQUI’ – antigo Shopping Cidadão – no âmbito municipal, ‘focando, especialmente, na atenção aos cidadãos que moram nos Distritos e comunidades afastadas’.

O serviço, de acordo com colaboradores do parlamentar, ‘trata-se de uma forma de o município interagir com o Estado na condução de uma melhor política de atenção ao cidadão’; em favor do fortalecimento da Cidadania nativa, sobretudo, ‘porque as cédulas de identidade (RG) chegariam ao destino de forma mais rápida e num espaço de tempo mais curto’.

Além do que se trata de se dá mais celeridade ao processo de emissão e entrega, atestam outros, ao citar do outras prefeituras que aderiram ao programa proposto pelo parlamentar, ex-candidato a prefeito em oposição ao prefeito Hildon Chaves nas eleições de 2016.

Em plenário, Leo Moraes mostrou-se surpreso com a negativa do prefeito em celebrar o convênio para a entrega das Carteiras de Identidade e fez um forte apelo para que o município através de uma instituição já credenciada, já conveniada com o Estado e presidida pelo cidadão Júlio Casper.

Para que o convênio aconteça, o parlamentar faz injunção entre os colegas e ao governo do Estado para que as carteiras sejam confeccionadas. Segundo ele disse, ‘isso vai resolver as dificuldades das pessoas para que cheguem até ao TUDO AQUI, vez que há um desgaste e tanto para que obtenham o documento’.

- Pelo que consta, a administração não está fazendo isso porque a emenda parlamentar é de nossa autoria, sublinhou Léo Moraes.

Sobre, o parlamentar admitiu, no entanto, que ‘não guardo mágoas da época da campanha e considero uma falta de respeito que o prefeito Hildon Chaves (PSDB) não use minhas emendas por conta disso’.

E o parlamentar petebista, sentenciou: ‘Não estou lambendo feridas, não tenho nenhuma cicatriz aberta por conta das campanhas, mas me parece que pelo fato de a emenda ser minha o município não celebrar o convênio’, reafirmou Leo Moraes.  

De acordo com analistas ouvidos por o NEWSRONDÔNIA, ‘a recusa do prefeito em dialogar, ao menos, com o deputado sobre a questão das Cédulas de Identidade, como no caso das emendas direcionadas por ele ao Município, denota-se que ‘os cofres do erário do governo tucano estariam abarrotados, justamente num momento de crise brava em que as Prefeituras foram atoladas por maus gestores’.

- Ele, como nenhum outro gestor municipal, na atualidade, pode se dar ao luxo de esnobar ajuda desse porte, arremataram.

 

 

.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias