Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 - 08:04 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

ACADÊMICO DE DIREITO RESISTE A PRISÃO APÓS AGREDIR O FILHO QUE NÃO LAVOU A LOUÇA

Em momento oportuno, o adolescente conseguiu correr e após pular o muro, pediu ajuda na Base Policial do Crato, localizada na Rua Andréia com Paulo Fortes.


Imprimir página

Porto Velho, RO – Policiais militares tiveram trabalho para conduzir até a central de polícia, o acadêmico de direito identificado como Paulo V, de 34 anos, sendo ele suspeito de ter agredido seu filho, de 15 anos. O fato aconteceu em um apartamento localizado na Rua Veleiros, Bairro Aponiã, zona leste da capital.

A vítima informou aos policiais que seu pai havia lhe agredido com um cinto, devido a não lavagem de algumas louças. Foi informado ainda que o pai do adolescente caiu em cima dele e machucou seu braço direito. Em momento oportuno, o adolescente conseguiu correr e após pular o muro, pediu ajuda na Base Policial do Crato, localizada na Rua Andréia com Paulo Fortes.

Os policiais foram até a residência onde ocorreu o fato e conversaram com o suspeito, que, segundo o boletim de ocorrência, tratou os policiais de forma ríspida, sem querer colaborar e nem responder os motivos de ter agredido o próprio filho.

Diante da situação de suspeita, o indivíduo recebeu voz de prisão, momento este em que resistiu e foi necessário o uso moderado da força para que ele pudesse ser encaminhado para a central de polícia. A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da zona leste.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias