Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 - 20:21 (Esportes)

L
LIVRE

FÃ DE SARAH MENEZES, RONDONIENSE CONQUISTA BICAMPEONATO DOS JOGOS ESCOLARES NO JUDÔ

Amanda Arraes morou por 40 dias na casa da campeã olímpica, sem custos, no início do ano. Em Brasília, ela voltou a subir no alto do pódio.


Imprimir página

Amanda Arraes, de Cacoal, interior de Rondônia, enfrenta diariamente várias dificuldades para seguir o sonho de se tornar uma atleta olímpica. A judoca de 17 anos treina no pátio da Escola Estadual Clodoaldo Nunes de Almeida, onde estuda, percorre cerca de 15 km de bicicleta, cruzando a cidade para estudar e treinar, mas sua força de vontade supera qualquer obstáculo.

Neste sábado, dia 18, Amanda derrotou a paranaense Laura Soken na decisão da categoria até 44 kg e conquistou o bicampeonato dos Jogos Escolares da Juventude, em Brasília.


Credito - Washington Alves/Exemplus/COB

“Estou muito orgulhosa por conquistar o título dos Jogos Escolares novamente para Rondônia. Não temos centro de treinamento, conto com a ajuda dos amigos e do meu sensei (técnico), que me ajuda em tudo, arrumou um fisioterapeuta quando eu precisei, ajuda na alimentação, pagou meu quimono, faixa... Desde os 12 anos eu volto sozinha pra casa de bicicleta no escuro. Agora eu não tenho mais medo, mas antigamente eu ficava com um friozinho na barriga quando alguém aparecia ou uma moto cruzava o meu caminho”, disse a jovem atleta.

Segundo o sensei Antônio Carlos Nunes, Amanda já recebeu convites para treinar em grandes centros, mas eles preferem ficar no estado e desenvolver a modalidade em Rondônia. “Estamos tentando dar a ela e aos outros atletas mais condições para treinar e competir. Já temos um terreno, documentação para montar um centro digno de treinamento, mas falta liberar recursos. A cada título que ela ganha essa realidade fica cada vez mais próxima”, contou Nunes, que trabalha com 250 crianças e adolescentes de 4 a 19 anos.

Amanda já conta com dois patrocinadores, que vão ajudar inclusive a montar o centro de treinamento. O custo do projeto está orçado em cerca de 1 milhão de reais.

A judoca campeã olímpica Sarah Menezes, também bicampeã dos Jogos Escolares, em 2005 e 2006, conhece Amanda e convidou a jovem atleta para treinar em Teresina, no Piauí. O convite foi muito bem recebido e a atleta de Rondônia passou 40 dias entre o fim de dezembro do ano passado e o início de janeiro desse ano treinando com Sarah e morando na sua casa.

“Conheci a Sarah em 2015 quando ela foi madrinha dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer). No ano passado ela fez esse convite, fiquei surpresa e disse que eu não tinha condição financeira para viajar à Teresina. Mas ela disse: ‘não tem problema, deixa que eu pago tudo’. E assim foi. Foi uma experiência incrível. Aprendi muito. Só tenho que agradecer a ela por toda a ajuda que ela me deu”, disse Amanda. O técnico Nunes também aprovou o ‘estágio’ da sua pupila. “Ela voltou outra judoca. Melhorou muito a sua técnica”, garantiu.

Os Jogos Escolares de Brasília são a 18ª competição que Amanda disputa nesse ano. Incluindo quatro eventos internacionais de grande porte. Amanda conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial Sub-18, que foi disputado no Chile, a medalha de prata no Pan-americano do México e disputou ainda duas etapas do Circuito Mundial na Alemanha, quando somou uma medalha de prata e um quinto lugar.

A atleta faz parte da seleção brasileira da categoria. Mas para se manter mais um ano na equipe, ela precisa vencer a seletiva nacional, que acontece nos dias 2 e 3 de dezembro em Curitiba (PR). Se depender da garra da jovem atleta, ela voltará a figurar entre as principais judocas do Brasil e quem sabe, um dia enfrentar Sarah Menezes por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

“A Sarah é uma atleta consagrada. Ela iria disputar a vaga olímpica em uma categoria acima (52kg), mas voltou ao peso leve (48kg), o que dificulta bastante a minha missão”, disse Amanda. 

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio e do Governo de Brasília.

Fonte: Assessoria de Imprensa dos Jogos Escolares da Juve

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias