Sexta-Feira, 17 de Novembro de 2017 - 12:44 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: NESTA SEXTA FEIRA 17, PORTO VELHO SE ENCONTRA EM GUAJARÁ MIRIM

Eessa frase me lembra o apresentador/publicitário Marcos Vinícius filho do grande radialista Luiz Rivoiro. Marcos costumava dizer nas publicidades referentes a apresentações artísticas; “...Hoje Porto Velho se encontra...”.


Imprimir página

No nosso caso, é que hoje começa mais um Encontro entre os Filhos e Amigos de Guajará Mirim, uma festa que já faz parte do calendário turístico da Pérola do Mamoré. Tem guajará-miriense que vem da Europa todos os anos, só para participar do encontro que na realidade, é uma festa e tanto.

Apesar do problema do desmoronamento de parte da BR 425, que liga Porto Velho a Guajará. Com certeza muita gente da capital estará nesses dois dias, participando do encontro que é comandado pela AFAG.

Por falar em festa vejam o que o Jair Monteiro presidente da escola de samba Os Diplomatas postou:

Estou pensando em como dizer, como muita tristeza, para os simpatizantes, torcedores e brincantes da minha Vermelho e Branco querida, que NÃO VAI ACONTECER O 1º Baile Retrô Vermelho e Branco. Estava acertado com o Clube Flamengo para o dia 09/Dez./2017, porém, por questões internas do Clube Flamengo, e isso não nos cabe ingerência, a data mencionada não pôde ser disponibilizada. No sábado que passou (11/Nov,.2017), saímos em busca de outros espaços para aquela data e quase todos já estavam agendados. Isso fez com que a Diretoria da Vermelho e Branco optasse pela não realização de mais este evento. Isso não quer dizer que não continuamos a trabalhar pelo GRESDI, muito pelo contrário, esse pequeno contratempo só nos vai encher de mais coragem e partir prá luta com mais vontade. Espero, sinceramente, que nos desculpem!

Enquanto isso, amanhã o boi bumbá Diamante Negro realiza no Mercado Cultural um show com a presença de todos os itens. Por ser no Calçadão Manelão não haverá cobrança de ingresso, porém, a direção do grupo estará vendendo camisetas com a logomarca do Boi Diamante Negro ao preço de R$ 35.

O que vejo, é que os grupos folclóricos estão promovendo eventos, cujo objetivo, visa arrecadar recursos para suas apresentações do Arraial Flor do Maracujá de 2018. Sábado passado, tivemos a Festa das Campeãs promovida pelo bumbá Marronzinho e amanhã será a vez do Diamante Negro.

O que quero dizer com isso, é que, enquanto os grupos folclóricos, mesmo com o Flor do Maracujá está previsto para acontecer só meio do ano que vem, estão se virando. Já a escolas de samba o mais que fizeram até agora em prol de seus desfiles em 2018, foi o concurso de samba enredo e nada mais, a exceção vai para a Asfaltão.

São João Batista, Império do Samba, Diplomatas (Grupo Especial); Unidos da Rádio Farol, Acadêmicos do Armário, Acadêmicos da Zona Leste e Acadêmicos do Armário Grande, não moveram uma palha em prol dos desfiles de 2018.

O negócio deles é ficar esperando o subsídio da prefeitura. Vamos fazer alguma coisa cambada de dirigentes de escola de samba. A mais parada entre as escolas do Grupo Especial é a Acadêmicos do São João Batista. Vamos acordar Pai Beto!

Por falar em batucada! No próximo dia 25, vai acontecer no estádio Aluízio Ferreira o festival de Fanfarra. Esse, é outro evento que fazia tempo estava fora do calendário cultural de Porto Velho. Quem está na coordenação também, é meu amigo Silfarney Silva. Aliás, ontem dia16, aconteceu uma prévia desse festival, la no CEU da Zona Leste. Valeu moçada “fanfarreira”.

Agora vou me preparar para A Fina Flor do Samba, que começa as 20 horas no Mercado Cultural. Te espero lá morena!

Fonte: 010 - Silvio Santos/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias