MODELO DE TRABALHO À DISTÂNCIA DO TRT-RO/AC É REFERÊNCIA EM DEBATE NA UNIR

Na discussão do Programa de Proteção à Infância da Universidade, o teletrabalho pode ser um aliado para proporcionar maior segurança ao público infantil
Quarta-Feira, 08 de Novembro de 2017 - 16:23

A experiência do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (RO/AC) no modelo de teletrabalho foi apresentada no último dia 30 à comunidade acadêmica da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Na Unir Centro, o secretário de Gestão de Pessoas do Regional, Frank Luz, participou do debate intitulado "Universidade e a Infância. Quem cuida de quem?", onde expôs as vantagens do trabalho à distância.

O evento foi organizado pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) e a Associação de Docentes da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Adunir), fruto da necessidade de discutir a proposta de espaços de acolhimento das crianças na Unir, em razão da presença delas no campus quando suas mães ou pais estudam ou trabalham na instituição.

Diante disso, Frank Luz explicou que o sistema do teletrabalho é uma opção para resolver essa questão, mas alertou que nem todas as atividades se encaixam nessa modalidade. "Primeiro devem ser identificadas as atividades que se enquadram no trabalho remoto. Segundo, estabelecer alguns critérios para a sua regulamentação, a exemplo da produtividade", afirmou.

O secretário também informou que o Processo Judicial Eletrônico (PJe), implantado na Justiça do Trabalho nos estados de Rondônia e Acre, a partir de 2012, permitiu a servidores e magistrados trabalharem de qualquer lugar. "O teletrabalho traz em sua natureza vários aspectos, envolvendo qualidade de vida, motivação, adequação de algumas necessidades, a exemplo da locomoção, bem como torna o serviço público menos custoso para a Administração, já que possibilita a economia de recursos e energia", revelou.

Ainda no evento, a conselheira Walterlina Brasil falou sobre o Programa de Proteção à Infância e fez uma síntese informativa da proposta. Somaram-se à mesa redonda a professora do Departamento de Enfermagem da Unir, Geanne Gadelha, que tratou da Infância no Sistema Único de Saúde, e o professor do Departamento de Ciências Sociais, Vinicius Raduan, o qual explanou sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Proteção à Infância.

"Avançando neste diálogo propomos a realização de um debate sobre o Programa de Proteção à Infância na Unir, em conjunto com o Sindicato dos Professores que tratam de pensar as soluções em torno do trabalho e a infância", destacou Walterlina, autora da propositura de resolução do referido programa, em atendimento a essa demanda do DCE.

Também pelo TRT, acompanhou o evento o chefe da Seção de Desenvolvimento, Avaliação de Desempenho e Qualificação de Pessoal, Francisco Dilson.

Fonte - 010 - aASSESSORIA DE COMUNICACAO SOCIAL - TRT14 -

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.