Quinta-Feira, 16 de Junho de 2016 - 09:40 (Saude)

L
LIVRE

BOLETIM DO MINISTÉRIO DA SAÚDE CONFIRMA 05 NOVOS CASOS DE MICROCEFALIA NO ESTADO

O Ministério da Saúde ressalta que está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, informados pelos estados, e a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas.


Imprimir página

O Ministério da Saúde (MS) confirmou 05 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivos de infecção congênita em Rondônia. Os dados estão no boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (15). O informe ainda deu conta de que 05 casos também estão sendo investigados e 07 descartados.

Em relação à região norte, Rondônia fica na quinta colocação do ranking dos estados que confirmaram casos da doença. Em primeiro lugar aparece o Tocantins com 11 casos, seguido de Roraima com 10, o Amapá vem logo depois com 07 casos confirmados, Amazonas com 06 casos respectivamente. 

A autarquia, no entanto, ressalta que esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus. A pasta considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês com diagnóstico final de microcefalia. 

O Ministério da Saúde ressalta que está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, informados pelos estados, e a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas. A microcefalia pode ter como causa, diversos agentes infecciosos além do Zika, como Sífilis, Toxoplasmose, Outros Agentes Infecciosos, Rubéola, Citomegalovírus e Herpes Viral. 

A pasta orienta as gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias