Segunda-Feira, 22 de Fevereiro de 2016 - 16:24 (Geral)

L
LIVRE

MP ITINERANTE ENCERRA ATIVIDADES NA ZONA LESTE DA CAPITAL COM QUASE DOIS MIL ATNEDIMENTOS

O MP Itinerante é uma mobilização em favor do acesso à Justiça, à saúde e à cidadania, junto a regiões carentes do Estado.


Imprimir página

O Projeto MP Itinerante, promovido no período de 15 a 20 de fevereiro, na região Leste de Porto Velho, resultou no atendimento de 1.946 pessoas. Conforme relatório final dos trabalhos, foram emitidas 70 carteiras de identidade; aplicadas 92 vacinas; realizados 250 exames de mamografia e 146 consultas médicas, dentre outros serviços. A maior parte dos atendimentos ocorreu no último sábado (20/02), durante um grande mutirão de ações na Escola Marcelo Cândia, localizada no bairro Marcos Freire.

Sob  a coordenação do Ministério Público de Rondônia e com o apoio de instituições públicas e privadas, o MP Itinerante é uma mobilização em favor do acesso à Justiça,  à saúde e à cidadania, junto a regiões carentes do Estado. A iniciativa tem como objetivo central promover uma verificação da realidade de comunidades menos favorecidas para embasar a atuação do MP em benefício desses cidadãos.

Moradora da zona Leste, a dona de casa, Hosana de Sena, que levou o filho de 13 anos para obter a carteira de identidade, ressaltou o aspecto social do projeto, executado no bairro onde vive. “Moramos longe do centro da cidade e depender de ônibus pra tudo não é fácil. Às vezes, a gente perde a vaga, por não conseguir chegar cedo o suficiente. É importante aproveitar oportunidades como esta”, afirmou.

Rosana Costa disse que a iniciativa  chegou em boa hora à comunidade. Apresentando um quadro de dengue há uma semana e aguardando uma consulta para o próxima dia 25, ela foi avaliada pela equipe médica durante o projeto. “Gostei muito e acho que precisamos de outras atividades assim na nossa região”, disse.

As moradoras fizeram parte das centenas de pessoas que chegaram à Escola Marcelo Cândia na manhã de sábado para receber atendimento. Para se ter ideia da amplitude dos trabalhos, no local, das 8h às 13h, foi contabilizada a emissão de 70 carteiras de  identidade pelo Instituto de Identificação. Já as consultas médicas (17ª BIS e Semusa) resultaram em  146 atendimentos; consultas odontológicas (17ª BIS),  20; vacinação (Semusa), 92; testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites (Agevisa), 85. O  INSS prestou 22 atendimentos. O  Ministério do Trabalho e Emprego, 50; Sepoad, 200; Senac, 94 e IEL, 91.

O encerramento do projeto na Escola Marcelo Cândia também foi marcado por um mutirão de combate ao mosquito Aedes Aegypit. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde, Exército, Cruz Vermelha e Corpo de Bombeiros vistoriam casas do bairro e prestaram esclarecimento aos moradores.

Semana

Ainda durante a semana, como parte das ações do MP Itinerante, o Hospital do Câncer de Barretos realizou 250 mamografias e a Uniron prestou 36 assistências jurídicas. Já a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) realizou a análise de água de 48 residências e prestou 356 atendimentos e entrega de hipoclorito de sódio.

São parceiros do MP Itinerante a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª BIS); Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa); Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); Faculdade Uniron; Hospital do Câncer de Barretos; Correios; Ministério do Trabalho e Emprego (MTE); Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec); Secretaria Municipal de Saúde (Semusa); Superintendência de Políticas Sobre Drogas (Sepoad); Fhemeron; INSS; Sesc; Senac e IEL.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias