Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2015 - 10:54 (Geral)

EM AUDIÊNCIA NO LEGISLATIVO, DETRAN ANUNCIA INVESTIMENTO DE R$ 5 MILHÕES PARA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO EM PVH

O Detran integrará junto com outros órgãos do governo estadual a Comissão Multidisciplinar, responsável pela apresentação de propostas para melhor as condições de tráfego da capital, e acompanhamento das ações do RIT.


Imprimir página

O diretor-adjunto do Departamento Estadual de Trânsito, Antônio Manoel, anunciou nesta quinta-feira (8), durante audiência pública convocada pelo deputado Luizinho Goebel (PV) para discussão dos problemas de congestionamento de trânsito em Porto Velho, que o Detran investirá ainda este ano R$ 5 milhões em sinalização e melhoria dos acessos das ruas da capital.

A solução do problema da falta de faixas para pedestres e de sinalização das vias do entorno do Palácio Rio Madeira, agravado com a mudança da maioria das repartições públicas estaduais para a nova sede do governo, foi incluída também na verba orçamentária.

Segundo o comandante da Companhia de Trânsito de Porto Velho, major PM De Lima, o tratamento de uma vítima de acidente de trânsito internada com politraumatismo custa cerca R$ 5 mil por dia à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Os gastos com pacientes internados em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensivo) somente na capital chegam a R$ 70 milhões ao ano. O Relatório de Impacto de Trânsito (RIT) registra 240 mil veículos em Porto Velho. A estimativa é de que a frota aumente todo ano em mais 15 mil veículos.

O Detran integrará junto com outros órgãos do governo estadual a Comissão Multidisciplinar, responsável pela apresentação de propostas para melhor as condições de tráfego da capital, e acompanhamento das ações do RIT.

Dentre outros representantes do Executivo, falaram durante a audiência o subchefe da Casa Civil, Ezequiel Neiva, secretário do Planejamento e Orçamento, George Braga, superintendente da Sugespe, Isis Queiroz, e a engenheira Joseane Faustini, e integrantes do Corpo de Bombeiro Militar de Rondônia.

Joseane fez uma apresentação das providências adotadas pelo governo para atender às metas do RIT e cumprir o novo prazo de 150 dias para solucionar a falta de estacionamento para os usuários do Palácio Rio Madeira. Em média, 9 mil pessoas entre servidores e outros usuários utilizam as instalações da sede do governo, superlotando o estacionamento e as ruas próximas.

A Casa Civil e a Sugespe estudam a implantação de diversas medidas para ampliar a quantidade de vagas nos estacionamentos, como a desativação da escolinha do ensino pré-escolar Marise Castiel e a antiga sede da Idaron para a construção de novos estacionamentos.

O projeto prevê uma negociação com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) para a construção da escola com melhor estrutura de atendimento em outro local.

Segundo a superintende da Sugespe, Isis Queiroz, o  governo necessita criar até janeiro de 2016 mais 2.500 vagas, atendendo inclusive uma recomendação do Ministério Público do Estado.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias