Quarta-Feira, 07 de Outubro de 2015 - 17:33 (Geral)

ESCOLA VILA ISABEL HOMENAGEIA MIGUEL ARRAES

A Vila levará para a Sapucaí o enredo “Memórias de Pai Arraiá – Um sonho pernambucano, um legado brasileiro”


Imprimir página

No último sábado (3), Antônio Campos, acompanhado de outros representantes da família Arraes, esteve em visita ao barracão da Escola de Samba Vila Isabel, na parte da manhã. À noite, esteve na quadra da Escola de Samba carioca, onde aconteceu o lançamento do samba-enredo do desfile de 2016, que homenageará o ex-governador Miguel Arraes. O samba escolhido é de autoria de Martinho da Vila, Arlindo Cruz, Mart’nália, André Diniz e Leonel. A Vila levará para a Sapucaí o enredo “Memórias de Pai Arraiá – Um sonho pernambucano, um legado brasileiro”.

Estiveram presentes no evento os irmãos Ana Arraes, José Almino, Guel Arraes e Nena Arraes, filhos do líder político, que no próximo ano terá o seu centenário de nascimento celebrado com eventos espalhados por todo o Brasil. O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, também marcou presença no lançamento. A Vila Isabel levará a história de Miguel Arraes para a Avenida no dia 8 de fevereiro de 2016, com transmissão ao vivo para mais de 180 países e uma estimativa de cerca de 2 bilhões de espectadores. Confira a letra do samba-enredo:

 

Memórias de Pai Arraiá – Um sonho pernambucano, um legado brasileiro.

Meus olhos ficavam rasos d´água

a seca minha alma castigava

o sol queimava e rachava o chão

os carcarás pousavam no sertão

cresci sonhando renovar os sonhos

revitalizar a vida

que se equilibra sobre palafita

dar pra essa gente mais sofrida

dignidade e amor

pra essa gente aguerrida,

dignidade, amor

Acordei o campo para um novo dia

com o futuro santo, lindos ideais

acordei o campo pra haver justiça

flora esperança nos canaviais

Carinhosamente… pai arraia

no lugar onde arrecifes desenham a praia

acolhi um movimento, real solução

mais do que alento, a cura dos ais

liberdade se conquista com educação

juntando artistas e intelectuais

Pra fazer a cartilha no cordel,

ensinar do ABC à profissão e

buscar na arte a inspiração

Tão bom cantarolar, me emocionar, estar aqui

pra ver na avenida

o valor da verdadeira vila

de gente humilde que defende a tradição do seu lugar

um movimento de cultura popular

Vem sambar no frevo e na ciranda

silenciar jamais!!!

Até o galo da madrugada

se entregou à batucada misturando carnavais

Fonte: Silvio Santos

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias