Quinta-Feira, 23 de Junho de 2022 - 14:03 (Colaboradores)

L
LIVRE

InfoGripe: Rondônia segue com tendência de alta para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

Segundo dados do InfoGripe 27.303 mil pessoas morreram no Brasil vítimas de SRAG.


Imprimir página

Autor - Emerson Barbosa

O estado de Rondônia foi apontado mais uma vez no levantamento do boletim InfoGripe lançado está semana pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O estado figura entre os 13 das 27 Federações com índice de crescimento a longo prazo para os casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O resultado inclui o monitoramento observado nas últimas quatro semanas.

Nessas regiões, segundo os dados, a Covid-19 tem respondido por 71,2% dos acontecimentos da SRAG, o que significa que não é apenas uma ‘gripezinha’, mas a evolução do coronavírus (SarsCoV-2) agindo no organismo das pessoas infectadas.

Foto: Juior Aguiar/ASCOM AC

Ainda de acordo com a Fiocruz, a curva epidemiológica também aponta sinais de evolução nessas regiões, com baixa para as últimas três semanas.

Entre a faixa etária dos infectados estão crianças de 0 a 04 anos, nelas, segundo o InfoGripe é observada a predominância dos vírus (sincicial, Sars Cov-2, rinovírus e metapneumovírus). Com relação a SRAG, a tendencia também seria de alta na população adulta.

De acordo com dados do InfoGripe, 27.303 mil pessoas morreram no Brasil vítimas de SRAG. Das 27 capitais, Porto Velho não surge entre as 19 que mostram um cenário de evolução a longo prazo para a doença.

Fonte: 010 - NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias