Quarta-Feira, 01 de Junho de 2022 - 19:12 (Saude)

L
LIVRE

SELO DE QUALIDADE: Nove UTIs de hospitais públicos de Rondônia receberam certificação de desempenho com foco na segurança do paciente

O “Projeto UTIs Brasileiras” tem o objetivo de melhorar a qualidade da medicina intensiva, compartilhar informações para proporcionar o cuidado dos pacientes críticos no Brasil e orientar políticas de saúde.


Imprimir página

Autor - Daiane Brito e Mineia Capistrano

Nove Unidades de Terapia Intensiva – UTIs de seis hospitais da Rede Pública de Saúde de Rondônia, receberam na última semana o “Selo Gestão de Indicadores de Qualidade e Desempenho”, do Projeto UTIs Brasileiras, destinado a Unidades de Terapia Intensiva adulto e pediátrica, que atendem os critérios de qualidade da Agência Nacional de Vigilância em Saúde – Anvisa.

A certificação foi entregue ao Hospital e Pronto-Socorro João Paulo II; ao Hospital de Retaguarda (antigo Campanha); ao Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal – Heuro; ao Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro -HBAP; ao Hospital Regional Cacoal, com UTIs destinadas ao atendimento de pacientes com a covid-19 adultos e o Centro de Medicina Tropical de Rondônia – Cemetron na UTI de doenças infectocontagiosas e UTI covid-19.

O “Projeto UTIs Brasileiras” tem o objetivo de melhorar a qualidade da medicina intensiva, compartilhar informações para proporcionar o cuidado dos pacientes críticos no Brasil e orientar políticas de saúde.

A iniciativa é coordenada pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira – AMIB e Epimed Solutions.

“A dedicação no acolhimento do paciente crítico na UTI é uma realidade nas nossas unidades. É um dos setores mais sensíveis no ambiente hospitalar, por isso a adoção de boas práticas de saúde contribui com a segurança dos pacientes”, enfatiza o secretário adjunto de Estado da Saúde, Maxwendell Batista.

O selo conferido às UTIs adultos da Rede Pública de Saúde do Estado, certifica por meio do sistema Epimed Monitor UTI Geral, o bom êxito dos indicadores de qualidade e desempenho estabelecidos na Resolução da Diretoria Colegiada Nº 7 da ANVISA (RDC-7) de 24 de fevereiro de 2010, contribuindo para a melhoria da qualidade da medicina intensiva e segurança dos pacientes no Brasil.

HOSPITAIS CERTIFICADOS

Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro: UTI 1 e 2 (adulto)
Hospital de Pronto Socorro João Paulo II: UTI (adulto)
Hospital de Campanha de Rondônia: UTI B (adulto)
Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal – HEURO: UTI (adulto)
Hospital Regional Cacoal: UTI 1 (Covid-19) e UTI 04 (covid-19) – adulto
Hospital Cemetron: UTI 1 Infecto e UTI 2 Isolamento covid-19 (adulto).

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias