Terça-Feira, 24 de Maio de 2022 - 09:57 (Geral)

L
LIVRE

Certificação halal é tema de palestra na Rondônia Rural Show

Participantes da maior feira do agronegócio da região Norte poderão conhecer o potencial do mercado halal, que deve movimentar cerca de US$ 5,74 trilhões até 2024


Imprimir página

O estado que possui um grande potencial para produção de alimentos e, segundo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), tem o agronegócio como 21% do PIB de Rondônia, segundo dados de 2021, irá conhecer melhor o potencial de comercialização de seus produtos com os países árabes e muçulmanos. No dia 26 de maio, às 11h, o diretor de Operações da CDIAL Halal, Ahmad M. Saifi, irá ministrar a palestra “Certificado Halal” durante a 9ª edição da Rondônia Rural Show – maior feira de agronegócios da região Norte.

Dentre os principais produtos agrícolas produzidos em Rondônia, destaque para a soja, milho, café, além da pecuária bovina e leiteira. Em relação ao mercado internacional, Rondônia exporta carnes fresca e congelada, soja, milho, algodão, madeira, entre outros produtos, para destinos como Coreia do Sul, Itália, Vietnã, Índia, China, Espanha, Israel, Alemanha, Rússia, Portugal, Egito, México, entre outros. Em 2020, Rondônia exportou mais de US$ 1,37 bilhão, com destaque para carnes fresca e congelada (US$ 678 milhões), e para a soja (US$ 421 milhões).

Importante ressaltar que a já consolidada atividade pecuária de Rondônia tem ainda perspectivas de expansão, tendo em vista que, em 2021, o estado foi reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Os três maiores consumidores da carne produzida em Rondônia são: a China, Estados Unidos e o Egito, que representam 62% do que já foi exportado em janeiro e fevereiro de 2022.

E todo esse potencial pode conquistar um mercado que cresce exponencialmente e deve movimentar cerca de US$ 5,74 trilhões até 2024.

“A certificação halal abre as portas para que os produtos brasileiros possam acessar os países árabes e muçulmanos, mas garante também oportunidades para outras localidades, tendo em vista que atesta a qualidade, segurança e rastreabilidade desses produtos em qualquer lugar do mundo”, enfatiza Ahmad Saifi.

Expansão da certificação para as empresas brasileiras - Não é de hoje que este mercado se torna cada vez mais atrativo às empresas brasileiras. No ano passado, a CDIAL Halal contabilizou aumento de 53% nas empresas certificadas, quando comparado a 2020.

“Temos destaque na exportação de proteína animal. Somos líderes na exportação de carne de frango halal. Porém, as indústrias brasileiras de diversos setores têm enorme potencial para explorar esse mercado em ascensão, como fármacos, cosméticos, dentre outras. As portas desse mercado estão abertas, porque o Brasil conquistou a confiança dos consumidores de produtos halal”, explica Ahmad

Importância da certificação halal  - certificação halal é o processo em que uma certificadora habilitada atesta a aptidão das empresas na utilização de procedimentos e matérias-primas autorizadas pela lei islâmica, o que torna esses produtos autorizados para consumo. Já o certificado halal é o documento emitido por essa instituição certificadora, o que comprova que todos esses procedimentos exigidos são seguidos pela empresa.

Com a certificação halal, a empresa poderá atender aos requisitos de consumidores árabes e muçulmanos ou ainda de outros mercados que busquem produtos comprovadamente saudáveis e rastreados.

Além disso, a certificação abre possibilidades de atingir novos mercados, com aumento da credibilidade dos produtos que obtiverem o selo halal, assim, melhorando a vantagem competitiva da empresa em todo o mundo.

“O processo de certificação analisa toda a cadeia, como a matéria-prima, insumos, transporte e armazenamento, para garantir, dentre outras coisas, que não haja contaminação cruzada com produtos ilícitos, como a carne suína”, salienta o diretor.

Veja a perspectiva de crescimento para alguns setores no mercado halal mundial até 2024.

Moda:

2019 – movimentou US$ 27,7 bilhões

2024 – previsão de movimentar US$ 31 bilhões

Crescimento de 12%

 

Turismo:

2019 – movimentou US$ 194 bilhões

2024 – previsão de movimentar US$ 208 bilhões

Crescimento de 7%

 

Fármacos:

2019 – movimentou US$ 94 bilhões

2024 – previsão de movimentar US$ 105 bilhões

Crescimento de 12%

 

Alimentos e Bebidas:

2019 – movimentou US$ 1,17 trilhão

2024 – previsão de movimentar US$ 1,38 trilhão

Crescimento de 18%

 

Cosméticos:
2019 – movimentou US$ 66 bilhões

2024 – previsão de movimentar US$ 76 bilhões

Crescimento de 15%

 

Cdial Halal- É a certificadora da América Latina acreditada pelos principais órgãos oficiais dos Emirados Árabes (EIAC) e do Golfo (GAC), o que confere seriedade e competência nos segmentos que atua. Também é a primeira da América Latina a conquistar a categoria “N” para cosméticos e fármacos. Esta certificação é aceita em todo o mundo, inclusive nos países de maior população muçulmana como Malásia, Indonésia, Singapura e Golfo Pérsico (ou Golfo Árabe).

Sobre o evento– A Rondônia Rural Show acontece de 23 a 28 de maio, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná. O evento está sendo retomado depois de dois anos de paralisação por conta da pandemia.

Esta é uma feira de tecnologia e oportunidades de negócios voltados ao agronegócio do estado, realizada pelo Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estadual da Agricultura (Seagri). No início o foco era a agricultura familiar, e, posteriormente, a feira passou a receber grandes investidores e expositores de projeção nacional e internacional.

Mais informações no site https://rondoniaruralshow.ro.gov.br/

Fonte: ƒ Assessoria

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias