Domingo, 22 de Maio de 2022 - 10:13 (Colaboradores)

L
LIVRE

Começa uma feira gigante que resume toda a grandeza do agronegócio rondoniense

No seu governo, Confúcio Moura decidiu criar uma feira para o setor, que já começou grande.


Imprimir página

Autor: Sérgio Pires

Rondônia tem sido, nos últimos anos, uma ilha de prosperidade, com números bastante positivos, comparando-nos com a economia de outros Estados da nossa região e do país, graças ao seu povo trabalhador e empreendedor e ao governo, que tem sido parceiro e investido pesado em todos os setores, para que os bons resultados sejam alcançados. É também o Estado em que, proporcionalmente, o agronegócio mais cresce, em toda a região norte. Nosso rebanho, batendo nas 17 milhões de cabeças (parece inacreditável para um Estado onde, nos anos 70, encontrar uma cabeça de gado era quase como ver um boto cor de rosa passeando por nossos rios) e nossa produção agrícola, principalmente pela soja, alcança patamares cada vez maiores, colocam esta terra de trabalho, no melhor dos mapas do crescimento brasileiro. No seu governo, Confúcio Moura decidiu criar uma feira para o setor, que já começou grande. Nas sete edições realizadas em Ji-Paraná, a Rondônia Rural Show foi sempre sucesso. Em 2019, recém empossado governador, Marcos Rocha deu à feira comercial uma atenção especialíssima. Realizada no Centro Tecnológico Vandeci Rack, na BR-364, saída para Presidente Médici, a explosão de crescimento da feira foi interrompida pela pandemia. Nem em 2020 e nem em 2021 ela foi realizada. Volta agora, em sua nona edição, com números superlativos, tanto no número de expositores e participantes quanto na exposição de alguns dos maiores e mais modernos equipamentos para o setor, a tal ponto que há a perspectiva de atingir mais de 1 bilhão de reais em faturamento.

Mesmo durante a pandemia, nosso agronegócio continuou crescendo. Em 2020, por exemplo, ele representou nada menos do que 15 bilhões e 200 milhões de reais. Mesmo no auge do duro ataque do Coronavírus, o setor continuou crescendo, ampliando seu faturamento para algo em torno de 17 bilhões de reais, no ano passado. No pacote da nossa produção primária, a pecuária se destaca, representando quase 63 por cento de tudo o que produzimos e vendemos. Destaca-se aí nossa carne, de alta qualidade, hoje invadindo grandes mercados consumidores em todo o mundo. Já a produção agrícola, também em expansão, tem como destaque a soja, cuja safra deste ano deverá chegar a cerca de 1 milhão e 400 mil toneladas.  Mas é bom lembrar que o Estado também tem avançado significativamente no plantio de culturas como amendoim, cacau, banana, cana de açúcar, feijão, laranja, mandioca e tomate, entre vários outros produtos. Enfim, toda essa riqueza estará sintetizada na edição desta Rondônia Rural Show, que abre nesta segunda-feira, dia 23 e vai até o sábado, dia 28, em Ji-Paraná. Com todo o aval e apoio do governo do Estado e participação de entidades nacionais e internacionais, a feira tem tudo para ser um grande espetáculo do nosso agronegócios. Torçamos para que todas as previsões otimistas, em relação a ela, se cumpram.

ESQUADRÕES ANTIBOMBA ATUAM PARA QUE NÃO HAJA FISSÃO NUCLEAR E NADA EXPLODA NA NOSSA POLÍTICA

A bomba continua armada. E é atômica. Se já tivesse explodido, causaria uma confusão inimaginável na política rondoniense. Mas, ao menos nos últimos dias, esquadrões antibombas estão agindo intensamente, na tentativa de que não haja a fissão nuclear e que o estrondo que estava previsto, possa causar danos menores ou, quem sabe, dano nenhum. Não há ainda como dar maiores detalhes, porque tudo está acontecendo dentro do maior sigilo, envolvendo apenas lideranças partidárias e nomes importantes da nossa política. Pode-se apenas dar uma dica. Há intensas conversas de bastidores, jamais confirmadas por quaisquer dos atores pretensamente envolvidos, que importante figura no quadro da sucessão estaria pensando em mudar de ideia, a poucos minutos dos times entrarem em campo. Terá algum fundo de verdade? Há, de um lado, quem jure que a bomba é real e vai explodir em breve. Em outros grupos, o assunto é tratado apenas como fofoca, uma Fake News que não vai dar em nada, "por ausência de verdade" como afirmou uma fonte a este Blog. Pode até ser. Mas não há como esconder que é um assunto de grande potência, com o perdão do trocadilho, porque envolve gente graúda. E, porque, logicamente, a eleição está cada vez mais perto e um tema como este, caso verdadeiro, poderia causar grandes estragos. Continuamos acompanhando a "Fake"!!!

POLÍTICOS DE TODOS OS CARGOS E TODAS AS POSTULAÇÕES VÃO SE ENCONTRAR EM JI-PARANÁ

Praticamente toda a estrutura principal do governo rondoniense se transfere para Ji-Paraná, a partir desta segunda. O governador Marcos Rocha e a primeira dama, Luana Rocha, além da troupe principal (leia-se, a grande maioria do secretariado), vai estar presente no maior e mais importante evento da economia rondoniense, nesta altura do ano. Secretaria da Agricultura, Embrapa, Companhia de Mineração de Rondônia (CMR) e, enfim, todos os organismos ligados à produção e ao agronegócio, vão estar em Ji-Paraná, participando da feira. Para a Rondônia Rural Show também se deslocarão, ao menos entre segunda e quarta-feira, o prefeito Hildon Chaves e a primeira dama da Capital, Ieda Chaves. A produção de Porto Velho será um dos destaques da exposição e Hildon quer estar muito presente ao evento. Por lá se registrará também, certamente, todo o mundo não só do governo, mas de todas as áreas da política. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Alex Redano e todos os parlamentares, mas principalmente os que representam a região central do Estado (como Laerte Gomes, Ismael Crispion e Cirone Deiró, entre muitos outros) , marcarão presença. Para todos que vivem neste mundo da política, um olho estará na feira e seus negócios e o outro na corrida atrás do eleitor, neste ano em que teremos eleições muito disputadas.

VAGA AO SENADO: JÁ SÃO NOVE POSTULANTES, COM ALGUNS DOS NOMES MAIS QUENTES DA POLÍTICA REGIONAL

Como está nestas alturas do campeonato, a situação da disputadíssima única vaga ao Senado? Aqui e ali já aparecem pesquisas, mas todas elas com cara de encomendadas, com uma ou outra exceção. Nenhuma ainda registrada na Justiça Eleitoral, que possa ser levada a sério. A disputa certamente vai balançar corações e mentes tanto quanto a corrida pelo Palácio do Governo, pela relação de nomes poderosos que querem ser o representante rondoniense (ao lado de Confúcio Moura, que terá mais quatro anos, ainda!), no Senado da República. Mariana Carvalho, pelo Republicanos (deixou o PSDB depois de mais de 20 anos) e Jaqueline Cassol, do PP (ela é a presidente regional do partido), são as duas mulheres na disputa, até agora. Entre os homens têm Expedito Júnior (PSD), Jaime Bagattoli (PL), Amir Lando (MDB), Daniel Pereira (Solidariedade), Léo Fachin (Avante) e, recentemente, foi lançado o nome do ex-conselheiro do Tribunal de Contas, Benedito Alves, pelo PDT. O nono componente deste grupo é Ramon Cujuí, do PT. Outros partidos ainda vão lançar seus representantes. Vai ser uma daquelas eleições para não se esquecer....

PARA A CÂMARA: VINTE ANOS DEPOIS DA VOTAÇÃO HISTÓRICA, FÁTIMA CLEIDE RESSURGE COMO GRANDE ESPERANÇA DO PT 

Lá vem ela, mais uma vez, como grande esperança dos partidos de esquerda de Rondônia! Agora, vai lutar por uma vaga na Câmara Federal. Ninguém menos que Fátima Cleide, ex-senadora e grande amiga pessoal do ex-presidente Lula. Ela estava sendo cotada para concorrer ao Governo e ao Senado, só para se ter ideia do que os petistas acreditam que a principal dirigente do petismo no Estado tenha como potencial eleitoral. Por enquanto, o PT lançou o ex-deputado Anselmo de Jesus para concorrer ao Governo, mas há uma tendência de que o partido, líder da chamada Frente Popular, acabe optando por Vinicius Miguel, do PSB, que lideraria uma frente de partidos esquerdistas ao Palácio Rio Madeira/CPA. Para o Senado, o partido escolheu Ramon Cujuí, nome em ascensão na oposição rondoniense. Fátima, que até há bem pouco tempo estava ainda indecisa se iria ou não entrar na briga das urnas este ano, acabou definindo que disputará a Câmara Federal, no pleito de outubro. Que não se subestime seu potencial nas urnas. Fátima entrou para a história de Rondônia como sua primeira senadora e, mais que isso, para chegar lá, teve mais de 233 mil votos, quando o eleitorado local era, obviamente, muito menor que os quase 1 milhão de 200 mil de atualmente. Vinte anos depois daquela performance histórica, como se sairá Fátima?

PARCERIA GOVERNO E PREFEITURA. NOMES INDICADOS PELO PALÁCIO RIO MADEIRA ASSUMEM POSTOS IMPORTANTES NA CAPITAL

Será que foi só na área da comunicação que ocorreram e vão ocorrer novas mudanças na equipe do prefeito Hildon Chaves? Na semana passada, assumiu a Secom municipal a advogada e formada em gestão de Marketing com MBA em Marketing Político, Lidiane Martins da Silva. Ao contrário do que publicou este Blog, Lidiane não é jornalista. Ela atuava na Casa Civil do governo, como assessora da mais alta confiança do secretário Júnior Gonçalves, como coordenadora política, trabalhando diretamente em todo o processo de relacionamento do Legislativo com o Executivo. Ou seja, é uma especialista nas relações da política e também conhece muito de comunicação.  Lidiane não é a única profissional que sai do Palácio Rio Madeira/CPA, indicada por Gonçalves, para o Prédio do Relógio, sede atual da Prefeitura da Capital. Outros integrantes da equipe governista, que trabalhavam com ela já foram convocados para a nova missão e, em breve, novos nomes serão agregados à equipe e ao conjunto da assessoria de Hildon Chaves. A proximidade tão intensa, pela primeira vez em décadas, do Governo do Estado com a Prefeitura da maior cidade rondoniense, tem propiciado esta aproximação cada vez maior e indicações vindas do Palácio do Governo são bem vindas, no prédio do Relógio.

NO ANO PASSADO, EM QUATRO MESES, TRÊS MULHERES FORAM MORTAS NO ESTADO. NESTE 2022, JÁ FORAM DEZ

Mais de 3 mil ocorrências, apenas nos primeiros meses do ano, dezenas delas envolvendo não só ameaças, agressões e ferimentos em mulheres, como também mais de uma dezena de feminicídios. Os números assustam. Um aumento de 20 por cento no total de ocorrências violentas em Porto Velho e mais de 48 por cento de aumento nos crimes considerados em todo o Estado. Rondônia vive, neste início de 2022, um momento pesadíssimo em relação às ocorrências policiais. Compute-se aí também o aumento de mortes no campo, causadas por falsos sem terra, que invadem fazendas e até pequenas propriedades, usando de armamento pesado e truculência. Vários assassinatos já foram registrados nas áreas rurais do Estado, nos últimos meses. Tudo isso está se registrando num momento em que, em vários estados brasileiros, há queda nos números de crimes, principalmente aqueles considerados mais violentos e que envolvem a perda de vidas. Para se ter ideia do que está acontecendo em terras rondonienses, no primeiro quadrimestre de 2021, foram registrados três assassinatos de mulheres. Neste ano, sem computar os crimes de maio, 10 mulheres foram mortas. Tem como ao menos amenizar toda essa brutalidade? Com a palavra, as autoridades da segurança pública.

INICIATIVA DE NEGREIROS DESTACA AÇÃO POLICIAL E ATLETAS QUE DISPUTARAM CAMPEONATO NO RIO DE JANEIRO

Policiais e atletas, cada um honrando sua terra e se destacando como grandes representantes do que nossa sociedade tem de melhor. Estas duas categorias foram homenageadas, através de seus representantes, na Câmara de Vereadores de Porto Velho. A iniciativa foi do presidente da Casa, o vereador Edwilson Negreiros. Para policiais, servidores que se destacam na segurança pública, foram entregues moções de aplauso. Negreiros destacou, na homenagem, que a Câmara Municipal, que a entrega das honrarias,  "reconhece a importância desses profissionais que trabalham diuturnamente a fim de resguardar a população porto velhense de também de todas as demais cidades do Estado". Também por proposta apresentada por Negreiros, os vereadores também concederam honrarias a atletas e equipe da seleção rondoniense da Federação de Taekwondo (Fetron), pela destacada participação deles no Super Campeonato Brasileiro de Taekwondo, no Rio de Janeiro, no fim do ano passado. Mais de dois mil atletas de todo o país abrilhantaram o evento. "Os atletas de Taekwondo honram Rondônia e o esporte. São valentes, treinam duro, evoluem, levam o nome do Estado para o Brasil inteiro. Seu esforço mereceu o reconhecimento desta Casa", sublinhou Negreiros, ao liderar o pacote de homenagens do legislativo municipal.

PERGUNTINHA

Qual sua interpretação sobre os enormes e longos aplausos recebidos pelo ministro Alexandre Moraes, na posse dos novos dirigentes do TST e onde o público era essencialmente de representantes do Judiciário, Ministério Público, de sindicalistas e da Advocacia? (Veja o vídeo no link https://www.youtube.com/watch?v=tRgnej5t-eU&ab_channel=UOL)

Fonte: ƒ Sérgio Pires

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias