Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2021 - 09:22 (Educação)

L
LIVRE

Servidores das unidades do IFRO de Porto Velho realizam campanha de arrecadação de alimentos

Cestas básicas serão doadas para famílias afetadas pela pandemia de covid-19.


Imprimir página

Servidores da Reitoria, do Campus Porto Velho Zona Norte e do Campus Porto Velho Calama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) estão realizando uma campanha de arrecadação de alimentos. As doações serão entregues para famílias afetadas pela pandemia da covid-19 e podem ser realizadas até o dia 15 de dezembro de 2021.

As cestas podem ser entregues nos seguintes pontos de coleta:

*Reitoria do IFRO (Av. Lauro Sodré, 6500, Censipam – Aeroporto, Porto Velho/RO), na sala da Diretoria de Gestão de Pessoas, para a servidora Débora Gonçalves;

*Campus Porto Velho Zona Norte (Av. Gov. Jorge Teixeira, 3146, Setor Industrial, Porto Velho/RO), na guarita para Geraldo Cotinguiba;

*Campus Porto Velho Calama (Avenida Calama, nº 4985, Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, Porto Velho/RO), na CRA para Thiago Alves.

Outra forma de participar é fazendo uma compra no valor de R$ 70,00 através de depósito na seguinte conta: Banco Caixa Econômica Federal, Agência: 3429, Conta: 1470, operação 003, dígito 8, CNPJ: 23.560.718/0001-38, ou por PIX: 23560718000138, Goodbom Supermercado Eireli.

É necessário enviar o comprovante de depósito ou pix para um dos seguintes membros da comissão:

*Gilmar Alves – Reitoria (69) 99918-1752

*Sonia Paracampos – Campus Porto Velho Calama (69) 99607-7745

*Álvaro Bonate – Campus Porto Velho Zona Norte (69) 99253-5553

"As doações podem ser feitas por qualquer pessoa, a principal solicitação é que, ao doarem no formato de pagamento direto ao supermercado parceiro da ação, que o doador passe o comprovante para algum servidor do IFRO, ou diretamente nos números de WhatsApp da Comissão divulgados no banner. Esse comprovante será utilizado para contabilizar a arrecadação e aquisição de cestas básicas", explica o Pró-Reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Gilmar Alves Lima Júnior, que participa da comissão organizadora.

Sobre a campanha

A campanha, que surgiu a partir de uma iniciativa dos servidores do Campus Porto Velho Zona Norte e recebeu apoio de servidores do Campus Porto Velho Calama e Reitoria, atualmente é organizada por uma Comissão formada por nove servidores das três unidades da capital.

De acordo com Gilmar Alves Lima Júnior, a meta é arrecadar 250 cestas básicas. "A expectativa é iniciar um engajamento dos servidores do IFRO em atividades de ação e promoção social, incentivando o voluntariado e o envolvimento em questões locais. Temos a expectativa de ser uma primeira oportunidade, para desencadear uma série de ações sociais, aproximando os servidores do IFRO a diferentes realidades, elegendo diferentes objetivos, que em 2022 foi o combate à fome. Novos parceiros podem ser envolvidos em projetos, com diferentes áreas de atuação. A principal motivação deve ser interna, de fazer algo pelo próximo, a alguém que passa por momentos de vulnerabilidade, pois famílias que vivem em extrema pobreza é realidade, inclusive no nosso município, Porto Velho", explica.

Para distribuição das cestas arrecadadas, a Comissão contará com o apoio de instituições e organizações sociais sem fins lucrativos, que já desenvolvem trabalhos de segurança alimentar com famílias socioeconomicamente vulneráveis previamente cadastradas. "Até o dia 10 de dezembro, a Comissão também receberá, por meio do WhatsApp divulgado no banner, indicações de instituições e de famílias que precisam de doações. A partir das sugestões e do número de cestas arrecadadas, serão direcionadas para as famílias selecionadas", acrescenta Gilmar.

As cestas serão doadas entre os dias 16 e 18 de dezembro, a partir da organização interna e dos parceiros. Os servidores podem ajudar no transporte e entrega das doações. Em breve, a Comissão divulgará os dias e horários para programação de todos.

Gilmar acrescenta que a ação proporcionará aos servidores a oportunidade de trabalhar em uma ação de envolve três unidades diferentes, trabalhando em equipe, buscando atingir objetivos, "com um olhar que vai além dos muros do IFRO, buscando o envolvimento com a realidade local, além de incentivar o trabalho social, o voluntariado, são alguns dos pontos positivos no desenvolvimento da ação para o IFRO. A sociedade ganha, quando mais pessoas se solidarizam com a vulnerabilidade social de outras e colaboram para mitigar o problema, que nesse caso, é a fome".

Fonte: Imprensa IFRO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias