Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 15:01 (Cidades)

L
LIVRE

Rolim de Moura implanta escuta Especializada e revelação espontânea

Protocolo visa para atender crianças e adolescentes vítimas ou testemunha de violência.


Imprimir página

A Prefeitura de Rolim de Moura (RO) por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) trabalha constantemente para combater o abuso e a exploração de crianças e adolescentes e outras violências.

Rolim de Moura implanta escuta Especializada e revelação espontânea

Entre as várias medidas adotadas para este fim, foi realizada a implantação do "Serviço de Escuta Especializada", uma ferramenta, criada pela Lei Federal nº 13.431-2017 e que integra o conjunto de ações para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes vítimas ou testemunha de violência.  Sendo localizada no prédio do Centro de Atenção psicossocial (CAPS). O serviço conta com três profissionais capacitados, para atender de forma sigilosa e realizar o acolhimento de vítimas e testemunhas de crimes como abuso, violência e maus-tratos.

De acordo com a secretária da SEMAS, Sandra Miranda, a principal finalidade do serviço é proteger, e não de produzir provas e nem mesmo apontar agressor ou suspeito. "É um ambiente acolhedor, onde levamos um pouco de conforto emocional e físico, até porque o nosso objetivo é proteger e transmitir confiança às vítimas que chegam bastante fragilizadas", destacou.

A implantação da sala da Escuta Especializada é um avanço em nosso município, considerando que desde de 2020, está sendo cobrado este atendimento, sem sucesso.

O prefeito Aldo Júlio, não mediu esforços para fortalecer o Comitê Gestor e articular com todos os setores para a finalização deste trabalho.

O trabalho será realizado pela da Rede de Proteção intersetorial incluindo Prefeitura, SEMAS, SEMUSA, SEMEC, Ministério Público, Vara da Infância e da Juventude, Conselho Tutelar, Policia Militar, Policia Civil e Corpo de Bombeiros.

A articulação para elaboração do Protocolo do Fluxo de Atendimento Intersetorial e Interinstitucional no Enfrentamento à Violência contra a Criança e ao Adolescente foi realizado pelo Comitê de Gestor, Coordenado pela servidora Sonia Cristina Chaves diretora do CREAS e Paola Waleska Técnica da SEMAS e membro do CMDC.

Todo os envolvidos no projeto receberam treinamento na SEMAS na terça-feira (30/11) para conhecer a ferramenta e contribuir com o desenvolvimento das ações.

Fonte: [email protected]

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias