Segunda-Feira, 20 de Setembro de 2021 - 09:31 (Geral)

L
LIVRE

Mulher diz que perdeu tudo após o ex atear fogo à casa dela e ainda enviar mensagem

Lucélia Inácio Gonçalves pede ajuda para reconstruir o imóvel, que é de aluguel, para que seja entregue ao dono. Suspeito fugiu após o incêndio, em Aparecida de Goiânia.


Imprimir página

Uma mulher denuncia que perdeu tudo após o ex-companheiro atear fogo à casa dela e ainda mandar uma mensagem dizendo que estava cometendo o crime, em Aparecida de Goiânia. Lucélia Inácio Gonçalves, de 39 anos, diz que ele não aceitava o fim do relacionamento de oito meses. Imagens mostram os cômodos do imóvel destruídos.

“Estou dentro da nossa casa, o inferno tá aqui e você vai ver tudo. Vou morrer aqui queimando tudo”, dizia a mensagem de texto enviada para o celular de Lucélia.

O caso aconteceu na tarde de terça-feira (14), no setor Jardim Bela Vista. Lucélia conta que não estava em casa no momento do incêndio, que teve pertences furtados e que o ex não aceitava a separação que havia acontecido há 16 dias. Agora, ela mora de favor em um barracão cedido pelo proprietário do imóvel.

“Ele falava que ia me matar. Já me cercou na rua com faca, já me enforcou, depois dessa separação. Decidi até ir para a casa da minha mãe para tentar escapar”, conta Lucélia.

Durante o incêndio, vizinhos acionaram o Corpo de Bombeiros, que combateram as chamas para que outras casas não fossem atingidas. Já o ex-companheiro dela não foi localizado pela polícia. Ela conseguiu uma medida protetiva contra o homem e o caso é investigado pela Delegacia da Mulher (Deam).

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, por mensagem de texto, às 8h desta segunda-feira (20), a fim de saber se o suspeito foi localizado e qual o andamento da investigação, e aguarda retorno.

Reconstruir a casa

Desempregada, a mulher disse que perdeu o emprego em uma lavanderia por conta das ameaças e ciúmes do ex. Ela conta que faz trabalhos extras como manicure e cabeleireira, mas não é o suficiente para reconstruir a moradia.

"Comigo ele não conseguiu fazer nada, mas fez com a casa. Até o momento, ganhei apenas algumas roupas e reconstruir a casa é tudo que mais desejo", explicou.

Ainda com medo do homem, Lucélia diz que sente insegurança ao ficar sozinha após o ocorrido. E suspeita que o ex tenha fugido para outro estado.

“Depois do que aconteceu, ele ainda ficou mandando mensagens, como se nada tivesse acontecido. A gente fica com medo, com insegurança”, ressaltou Lucélia.

Fonte: 20 - Por Jamyle Amoury e Giovana Dourado, G1 GO e

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias