Quinta-Feira, 24 de Junho de 2021 - 15:39 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

Criança de 5 anos que entregou currículo para ajudar em casa após pai morrer, recebe apoio com vaquinha de R$ 30 mil

Para apoiar o garoto, criamos uma vaquinha na VOAA e, com a ajuda de vocês, batemos a meta de R$30 mil.


Imprimir página

Após ter sofrido com a morte repentina de Evaldo, seu pai, Murilo decidiu entregar um ‘currículo’ onde ele trabalhava de vigia em São João da Boa Vista, interior de São Paulo, para ajudar com as despesas da casa.

Para apoiar o garoto, criamos uma vaquinha na VOAA e, com a ajuda de vocês, batemos a meta de R$30 mil. Totalizamos 450 transformadores que se comoveram com a história do Murilo, que se sentiu na responsabilidade de ser o “homem da casa.”

Outra criança muito especial que precisa da nossa força é o Pedro. Ele tem uma síndrome rara que paralisa os olhos e faz desenhos lindos no Paint para vender e ajudar em casa. Clique aqui para ajudá-lo!

Devido a complicações da Covid-19, o pai foi levado para o hospital. Porém, por acharem que ele estava com dengue, não fizeram o teste. Dias depois, ele foi encaminhado diretamente para a UTI, onde ficou apenas 1 dia, até o seu falecimento.

O novo ‘homem da casa’

Quando Evaldo faleceu, o pequeno Murilo decidiu, por conta própria, entregar um currículo na empresa onde o pai tralhava. Murilo sempre visitava o local de trabalho do pai, por isso, já tinha familiaridade com os colegas de Evaldo.

Na intenção de amenizar o sofrimento do garoto, a mãe Tati ajudou o filho a montar seu ‘currículo’. Além de colar uma foto 3×4, a mãe escreveu que Murilo estuda, faz natação e ‘não fica 5 minutos parado’.

Com o currículo em mãos, os dois foram até a empresa e o entregaram para o vigia, que era amigo do pai: “Ele falou que queria ajudar a mãe, pois tinha perdido o pai, e que é o dono da casa e vai pagar as contas”

A avó de Tati cedeu para a família os fundos de seu terreno, onde a mãe e o garoto moram hoje. Os ex colegas de trabalho de Evaldo também ajudaram a família com doações e uma mini vaquinha entre eles.

Mas, agora, graças a ajuda de vocês, a família arrecadou mais de R$30 mil para conseguir se manter sem a presença de Evaldo. Um recomeço para a Tati e o pequeno Murilo que, desde cedo, já se preocupa com o bem estar de sua mãe.

Agradecemos do fundo coração. VOAA, Murilo, pequeno grande menino! 💜🙏

Fonte: 010 - razoesparaacreditar

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias