Quarta-Feira, 16 de Junho de 2021 - 10:20 (Economia)

L
LIVRE

Bolsa Família receberá acréscimo de 50% no valor

O presidente pretende atender um número maior de famílias, que atualmente são aproximadamente 14 milhões.


Imprimir página

Com a popularidade já estabelecida com o auxílio emergencial em 2020 e 2021, o presidente da república, Jair Bolsonaro, está estudando ampliar o programa social de distribuição de renda, o Bolsa Família.

O presidente pretende atender um número maior de famílias, que atualmente são aproximadamente 14 milhões. Além disso, há discussões para o valor do benefício seja acrescido em até 50%, podendo chegar a R$ 300.

Em 2020, a previsão de aumento para o Bolsa Família estabelecida na proposta de Lei Orçamentária enviada ao legislativo era de 18,22%. Sendo assim, o Governo passaria a investir R$ 34,8 bilhões no programa social.

Anteriormente, o montante destinado a custear o benefício não passava de R$ 29,4 bilhões. De acordo com o Ministério da Economia, o índice crescente de recursos financeiros a programas sociais se deve a contratempos socioeconômicos ocasionados pela pandemia decorrente da Covid-19.

Estratégias para 2022

Segundo opiniões de analistas políticos, a estratégia do presidente Bolsonaro seria promover mais visibilidade ao programa garantido sua popularidade. Isso porque, em 2022 o país passará por mais uma eleição a nível federal.

Neste sentido, ajudar mais a população brasileira através de programas mais eficientes facilitaria e resultaria uma opinião mais positiva ao atual presidente do Brasil.

Promoções por políticas sociais

Após o fim dos pagamentos do auxílio emergencial no ano passado, que ajudou mais de 68,2 milhões de pessoas com parcelas de R$ 600 e R$ 300, a popularidade positiva do presidente era nítida.

No entanto, mesmo diante tais afirmações, desde o início do ano até o momento, Bolsonaro não tem se destacado como gostaria. Seguindo este princípio, o presidente pretende deixar sua marca no Bolsa Família, que pode se chamar “Alimenta Brasil”.

Além disso, o novo programa deve contar com várias outras medidas de apoio, como Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o auxílio-creche. Vale ressaltar que somados esse benefício o valor seria de R$ 600.

Contudo, a previsão dada pelo Ministério da Cidadania é que o programa esteja pronto em outubro 2021. A equipe também trabalha com projeções que devem aumentar o valor do benefício, indo para R$ 250.

Fonte: 025-noticiasconcursos

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias