Segunda-Feira, 14 de Junho de 2021 - 15:21 (Geral)

L
LIVRE

Corpo de Bombeiros Militar realiza passagem da direção do Comando de Operações Aéreas de Rondônia

O major Maia esteve à frente do comando por oito anos, e deixou o cargo para se dedicar a um novo projeto no Departamento de Estradas e Rodagens (DER).


Imprimir página

A cerimônia de passagem de comando do major BM Philipe Rodrigues Maia para o major BM Hugo Rios realizada na manhã desta segunda-feira (14) no Comando de Operações Aéreas (COA), em Porto Velho, foi acompanhada dos destaques, dos grandes feitos já alcançados pela unidade em excelência dos serviços prestados ao Estado de Rondônia, em especial em duas frentes, a de proteção ao meio ambiente e o de salvamento de pacientes da covid-19. No enfrentamento à pandemia, o serviço aeromédico rondoniense ganhou reconhecimento nacional.

O major Maia esteve à frente do comando por oito anos, e deixou o cargo para se dedicar a um novo projeto no Departamento de Estradas e Rodagens (DER). ‘‘Saio com o sentimento de missão cumprida, quero agradecer aos bombeiros militares que estiveram ombreando conosco ao longo desses oito anos, são profissionais honrados. O comando não é feito sozinho. Agradeço ao comando da Corporação e ao Governo de Rondônia por ter confiado a mim essa tão nobre missão’’, disse.

Maia desejou ao novo comandante que consiga desenvolver ainda mais o COA e revelou a experiência que mais o marcou ao longo do comando. ‘‘A frente de mais de duas mil horas de vôos, mais de dois mil pousos realizados, a missão que fica gravada em mim, com certeza, foi a da pandemia, onde foram transportados mais de 100 pacientes, sendo que em três meses foram mais de 600 horas de voos em busca de salvar vidas, tendo a alegria de voltar com recuperados, mas também sentimos a tristeza de voltar com corpos dos estados onde foram fazer tratamentos’’.

O novo comandante, major BM Hugo Rios, que exerceu durante 10 anos a função de coordenador financeiro da Corporação e há oito é aviador, conta com orgulho o destaque que Rondônia recebeu em não medir esforços para salvar vidas na pandemia. ‘‘O Comando de Operações Aéreas de Rondônia foi o grupamento que mais transportou pessoas com covid-19 do Brasil e também transportou bastante materiais necessários para o enfrentamento à pandemia. Foi assim que conseguimos ajudar o Estado a aumentar os testes rápidos e ampliar leitos de UTI’’.

Ele conta ainda que o serviço aeromédico feito diretamente pelo Comando de Operações Aéreas representou uma grande economia ao Estado. Calcula-se que em um ano a economia foi de R$ 4 milhões aos cofres públicos, e agora à frente do Comando, o major assume o compromisso de reforçar a responsabilidade com recurso público, transparência e a prestação de serviço de excelência à população de Rondônia. ‘‘É uma satisfação salvar vidas nesta fase de pandemia, e ajudar o Estado também atuando no combate às queimadas’’.

O Comando de Operações Aéreas possui quatro aeronaves, três aviões aptos para transporte aeromédico e um helicóptero que faz tanto transporte para socorro hospitalar quanto em ocorrência de resgate de vítimas na BR e é ainda empregado nas ocorrências de queimadas.

RECONHECIMENTO

Durante a cerimônia, com um trabalho tão estreitado com o CBM na luta comum por salvar vidas na pandemia, o gestor da pasta da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, teve seu trabalho à frente da luta contra a covid-19 reconhecido pela Corporação e durante a cerimônia recebeu a medalha Mérito Imperador Dom Pedro II, Grau I – Grande Oficial.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, cel. BM Nivaldo de Azevedo Ferreira, parabenizou o secretário pela competência que tem tratado o grande desafio de salvar vidas na pandemia pela parceria que foi fortalecida entre a Sesau e o Corpo de Bombeiros na pandemia.

O secretário, por sua vez, agradeceu pelo reconhecimento recebido e enalteceu o trabalho do COA na missão árdua e produtiva de auxiliar pacientes da covid-19, o que permitiu ao Estado transportar os pacientes em aeronaves próprias e assim evitar gastos maiores com a contratação de empresas.

NOVOS EQUIPAMENTOS

Durante a cerimônia houve a entrega pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) ao Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM) de 18 Equipamentos de Proteção Respiratória (EPRs) doado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e que serão distribuídas às unidades operacionais.

Ainda houve o reforço de equipamentos para as atividades desenvolvidas com apoio aéreo por meio da aquisição, instrução e execução processual do COA. O investimento é superior a R$ 35 mil em materiais de salvamento, incluindo maca, cadeira e prancha de resgate, assim como capacetes específicos para salvação em altura.

O secretário adjunto da Sesdec, Hélio Gomes, parabenizou o trabalho de excelência da Corporação e o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, cel. Nivaldo, elogiou o major Maia pelo desempenho à frente do comando e também ressaltou as qualidades do novo comandante que o conduziram ao cargo. Transmitiu ainda à corporação o compromisso do governador Marcos Rocha em valorizar os militares.

”O aeromédico rondoniense é feito com tanta excelência pelos senhores que recebo várias ligações de instituições de outros estados querendo vir para Rondônia aprender como se faz, e nós estamos firmando um Termo de Cooperação para compartilhar essa expertise”, destaca o comandante do CBM.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias