Sexta-Feira, 28 de Maio de 2021 - 08:24 (Coronavírus)

L
LIVRE

Wilson Lima do Amazonas será o primeiro dos nove governadores a depor na CPI da Covid-19

A CPI decidiu dispensar, ao menos neste momento, o depoimento do atual governador Cláudio Castro (PL), que não estava à frente do estado no momento dos fatos investigados.


Imprimir página

Esta marcada para o dia, 29 de junho o depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) na Comissão Parlamentar de Inquérito.  Ao todo a CPI convocou nove governadores e um ex-governador de estado onde foram deflagradas operações da Polícia Federal (PF) com vista em apurar suspeitas de irregularidades na distribuição  de recursos federais destinados a Covid-19.

No caso de Wilson Lima,  a CPI prever acareação relaciona as causas do colapso do sistema de saúde do Amazonas em janeiro. Também será ouvido, o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo que depõem no dia 15.

No dia 16, o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) também será ouvido. A CPI decidiu dispensar, ao menos neste momento, o depoimento do atual governador Cláudio Castro (PL), que não estava à frente do estado no momento dos fatos investigados.

Além de Lima, os governadores do Pará, Helder Barbalho (MDB), e do Piauí, Wellington Dias (PT), já têm data para depor. Barbalho fala à comissão em 30 de junho, enquanto Wellington, presidente do Consórcio Nordeste, fala em 1º de julho.

Também são aguardados os governadores de Roraima, Antonio Denarium (PSL); de Rondônia, Marcos Rocha (PSL); de Tocantins, Mauro Carlesse (PSL); de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL); do Amapá, Waldez Goés (PDT); e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias