Terça-Feira, 09 de Março de 2021 - 19:00 (Cidades)

L
LIVRE

Idosos com 80 anos ou mais começam a receber segunda dose de vacina em Vilhena nesta quinta-feira

Veja cronograma e entenda quantas doses Vilhena tem disponíveis para imunizar a população


Imprimir página

Os vilhenenses que já tomaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 e tenham 80 anos ou mais devem receber a segunda dose nesta semana por meio de drive-thru (enquanto dirige). A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) lembra que é necessário que o paciente leve cartão do SUS, CPF, cartão de vacinas e documento pessoal com foto para o devido registro de cada pessoa a ser vacinada.

A vacinação vai acontecer durante os dias 11 a 14 de março, sempre das 8h às 13h. Na quinta e sexta-feira o local é a Praça dos Três Poderes, enquanto no sábado, além da praça, estarão disponíveis os postos de saúde Vitalina Gentil, que está funcionando na Policlínica João Luiz (ao lado do Corpo de Bombeiros, na Capitão Castro), o posto de saúde Afonso Mansur (avenida Brigadeiro Eduardo Gomes) e Liro Hoesel (atualmente funcionando no Jardim Greenville, próximo ao cemitério). Já no domingo a vacinação acontece apenas na policlínica João Luiz.

A expectativa é vacinar todos os idosos que já tomaram a primeira dose, que somam quase mil pacientes com 80 anos ou mais, dando prioridade àqueles mais idosos. O sistema drive-thru foi adotado para garantir que o distanciamento na fila e nas aplicações seja mantido.

DOSES JÁ APLICADAS - Até a noite desta terça-feira, 8 de março, a Prefeitura de Vilhena já havia aplicado em profissionais de saúde e idosos 2.706 vacinas como 1ª dose (2,65% da população) e 952 como 2ª dose (0,93%). Isso significa que o Município já aplicou 3.658 doses, o que representa 64,4% do total de 5.680 doses disponíveis para Vilhena. As que ainda não foram aplicadas estão reservadas para serem usadas como segunda dose no período de 28 dias após a aplicação da primeira dose.

PRÓXIMAS FAIXAS ETÁRIAS - Mais vacinas são aguardadas para esta semana, conforme expectativa do Governo do Estado. As entregas do Governo Federal a Rondônia, e aos demais estados, segue em ritmo lento devido aos atrasos na produção dos laboratórios Butantan e Fiocruz, que dependem do IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) vindo da China, onde é produzido a base das duas vacinas utilizadas até o momento no Brasil. Visto que a burocracia chinesa e as relações diplomáticas, logísticas e alfandegárias influenciam no prazo de entrega do IFA, é impossível traçar cronograma de vacinação para as próximas faixas etárias. No entanto, assim que as doses estiverem disponíveis para Vilhena, novas etapas de vacinação serão amplamente divulgadas, assim como essa.

Fonte: Prefeitura de Vilhena

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias