Terça-Feira, 16 de Fevereiro de 2021 - 10:03 (Coronavírus)

L
LIVRE

Operação de Carnaval interdita 24 estabelecimentos por aglomeração

Nos locais onde eventos irregulares estavam sendo promovidos, os fiscais apreenderam dez equipamentos de som e dois lotes de bebida alcoólica.


Imprimir página

A operação da Secretaria Municipal de Ordem Pública do Rio de Janeiro (Seop) em conjunto com a Polícia Militar já multou 42 estabelecimento e interditou 22 por promoverem ou incentivarem aglomerações nos dias do carnaval com festas vetadas.

Nos locais onde eventos irregulares estavam sendo promovidos, os fiscais apreenderam dez equipamentos de som e dois lotes de bebida alcoólica. Três caixas de som foram retiradas da praia de Ipanema depois de um grupo usar a música para realizar uma festa na areia.

Na Marina da Gloria, 20 embarcações foram impedidas de zarpar depois de as câmeras da CNN terem flagrado escunas lotadas de pessoas fantasiadas em direção ao oceano.

Em Guaratiba, zona oeste, um baile de espuma com dezenas de pessoas foi interrompido. O evento estava sendo realizado em uma chácara que tinha máquina de espuma, palco para DJ e caixas de som à beira da piscina. No local foram recolhidas 840 bebidas.

Os fiscais também percorreram pontos tradicionais da boêmia carioca, como a Lapa, no centro, e o Leblon, na Zona Sul. A CNN acompanhou a chegada dos policiais na Pedra do Sal, ponto turístico do centro, famoso pelas rodas de samba. Mas não havia nenhum movimento de concentração de pessoas.

A operação conta com cerca de mil pessoas, metade da Seop - incluindo agentes da vigilância sanitária e guarda municipal - e a outra metade da PM, que faz a escolta das blitze realizadas para evitar que os agentes sejam alvo de retaliação.

Os trabalhos em conjunto para o patrulhamento e fiscalização começaram na sexta-feira e vão atravessar o carnaval.

Fonte: 20 - Pedro Duran, da CNN, no Rio de Janeiro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias