Sabado, 30 de Janeiro de 2021 - 10:03 (Coronavírus)

L
LIVRE

Às vésperas de colapso no AM, equipe de Pazuello pediu meio-termo sobre lockdown

O governo do Amazonas disse que decisões sobre restrições são tomadas com base em “indicadores epidemiológicos e da rede de assistência à saúde”.


Imprimir página

Quatro dias antes do colapso do sistema de saúde do Amazonas, membros da equipe do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pediram ao governo do Amazonas que adotasse um “meio-termo” em reunião sobre possível lockdown.

Segundo o jornal, o relato foi feito por duas pessoas, não identificadas, que participaram de uma reunião em Manaus, em 10 de janeiro, quando o governo do Amazonas discutia a possibilidade de decretar uma restrição mais séria no estado.

Quatro dias depois, no dia 14, o governador Wilson Lima (PSC) assinou um decreto impondo medidas como toque de recolher, menos severas que o lockdown, com fechamento quase total de todas as atividades não essenciais e proibição de circulação de pessoas nas ruas.

A reportagem de O Globo procurou as assessorias do Governo do Amazonas e do Ministério da Saúde, que não negaram o teor das conversas, mas não responderam sobre questionamentos específicos sobre a reunião.

O governo do Amazonas disse que decisões sobre restrições são tomadas com base em “indicadores epidemiológicos e da rede de assistência à saúde”. O ministério disse que o “apoio irrestrito aos estados e municípios” na aquisição de equipamentos e ressaltou que as partes têm autonomia para definir estratégias para o enfrentamento ao coronavírus.

Fonte: 20 - Isto é

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias