Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021 - 14:33 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

Médico, de 28 anos, morre por conta da Covid-19; 'Lutou até o final', diz irmã

Infelizmente, a história de Gillian Vitor Reis entra como estatística em uma triste realidade presente entre os diversos profissionais de sáude que perderam a vida no combate à pandemia.


Imprimir página

O início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil foi comemorada por grande parte da população e, em destaque, pelos profissionais da linha de frente que desde março de 2019 colocam suas vidas diariamente em risco para cuidar dos doentes contaminados pelo vírus.

Infelizmente, a história de Gillian Vitor Reis entra como estatística em uma triste realidade presente entre os diversos profissionais de sáude que perderam a vida no combate à pandemia.

O jovem médico de São José do Rio Preto (SP), ficou internado por quase um mês em um hospital da cidade até não resistir às complicações que a doença causou nos pulmões, e vir a falecer no último dia 15, segundo afirmou a irmã Giovana Reis.

Giovana revelou que ele deixou de ter melhoras após ter pneumonia e precisou ser entubado. Gillian se formou em 2018 e trabalhou na região noroeste paulista nas cidades de Auriflama, Pereira Barreto Murutinga do Sul e Sud Mennucci. Em outubro de 2019, ele passou a morar em Salvador (BA), onde trabalhava na UTI para pacientes com Covid.

“Desde o começo da pandemia ele trabalhava na UTI da Covid. No começo, acho que todos ficaram com medo do desconhecido, mas ele sempre dizia que, se ele como médico não enfrentasse, quem iria?”, afirmou Giovana.

A irmã conta que em 13 de dezembro o médico foi se encontrar com a família em Bandeirantes d’Oeste, distrito de Sud Mennucci. Cinco dias depois, em 18 de dezembro, ele fez uma tomografia após sentir falta de ar e constatou que os pulmões estavam comprometidos. Em seguida, já foi internado.

A morte foi divulgada nas redes sociais pela prefeita de Auriflama (SP), cidade onde o médico trabalhou. Na postagem, Katia Morita (MDB) lamentou a morte e fez um alerta sobre o perigo da doença.

“Foi com muita tristeza que recebi a notícia da morte do jovem Dr. Gilian Vitor Reis, com quem dividi vários plantões no Pronto Socorro de Auriflama. Atencioso, dedicado e um apaixonado pela medicina e por cuidar das pessoas, Dr. Gilian se foi devido às complicações causadas pela Covid-19”, afirmou.

Fonte: 010 - msn

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias