Terça-Feira, 22 de Dezembro de 2020 - 17:05 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

Para se vingar da ex, homem divulga fotos íntimas, “rouba” criança de 05 anos em Mato Grosso e acaba preso em Rondônia

Inconformado com separação, acusado cometeu outros crimes


Imprimir página

Uma criança de 05 anos que foi levada de casa pelo pai, sem a autorização da mãe, foi resgatada pela Polícia Civil de Mato Grosso com apoio da Polícia Civil de Rondônia, na manhã de ontem (segunda-feira, 21), menos de 24 horas após o rapto da menor.

A menina, tirada da casa da mãe em Chapada dos Guimarães (67 km ao norte de Cuiabá, em Mato Grosso, foi localizada na casa de familiares do pai na cidade de Porto Velho.

A rápida ação para localização e resgate da criança contou com a participação de policiais civis da Gerência de Combate ao Crimes Organizado (GCCO), Gerência de Operações Especiais (GOE) e Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE) e equipe da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos de Porto Velho.

O rapto da menor ocorreu na manhã de domingo (20), quando o pai da criança foi até a casa da ex-companheira para visitar a filha e pegou a menina sem autorização da mãe. Segundo as informações obtidas pela polícia, o acusado não aceitava a separação e, dias antes, já havia comparecido à casa da ex-esposa, dizendo que pegaria a criança.

Na ocasião, ele ainda subtraiu o celular da vítima e passou a usá-lo como se fosse dele, mantendo conversas pelo aplicativo WhatsApp e também postando em redes sociais fotografias íntimas que estavam armazenadas no aparelho.

Assim que a Polícia Civil recebeu informações sobre a subtração da menor, as equipes da GCCO, GOE e DRE iniciaram as diligências, sendo verificado que o pai da criança é conhecido da Polícia, com diversas passagens criminais e três mandados de prisão em abertos pela prática de crimes de estelionato e roubos.

Com a suspeita de que o pai poderia ter levado a filha para Rondônia, as equipes entraram em contato com a Polícia Civil do estado que após a troca de informações passou a diligenciar, conseguindo localizar a menor.

A criança está bem e foi encaminhada para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente de Porto Velho, onde são tomadas as providências cabíveis para possa buscá-la.

O acusado não foi encontrado, mas as diligências continuam em andamento para localizar o pai da criança, que além da subtração da filha, já é considerado foragido da Justiça por envolvimento em outros crimes.

Fonte: 010 - folhadosulonline

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias