Sexta-Feira, 18 de Dezembro de 2020 - 15:50 (Geral)

L
LIVRE

RESULTADOS - Desenvolvimento econômico e relacionamento harmônico na administração estadual são temas de reunião com secretariado

O encontro foi realizado no Palácio Rio Madeira, ocasião em que foram apresentados os pontos positivos neste segundo ano do atual Governo.


Imprimir página

O desenvolvimento econômico e o relacionamento harmônico com os órgãos de controle do Estado e outros setores da Administração Pública foram alguns dos assuntos inseridos na pauta de reunião com os secretários titulares e adjuntos, superintendentes e diretores, realizada na quinta-feira (17). O encontro foi realizado no Palácio Rio Madeira, ocasião em que foram apresentados os pontos positivos neste segundo ano do atual Governo.

O secretário-chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, que representou o governador, coronel Marcos Rocha, destacou o bom relacionamento com os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas, Ministério Público, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. “O executivo não faz nada sozinho, tudo que fizemos foi em harmonia com os demais poderes”, disse.

Os sete eixos definidos pelo governador do Estado, para atendimento à população rondoniense, como a Saúde, Educação, Segurança Pública, Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Desenvolvimento Econômico, Cidadania e Estratégia de Gestão, foram apresentados pela Casa Civil.

Segundo a equipe do Comitê de Soluções para Melhoria e Alcance de Resultados  (Somar), que apresentou o balanço do trabalho realizado este ano, os resultados alcançados superaram as expectativas. Só em 2020, por exemplo, o eixo desenvolvimento econômico, que tinha como meta do valor bruto de produção de R$ 9,3, bilhões, superou as expectativas e alcançou cerca de R$ 12 bilhões.

Os eixos definidos pelo Governo do Estado, como a Saúde, Educação, Segurança Pública, Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Desenvolvimento Econômico, Cidadania e Estratégia de Gestão, foram apresentados pela Casa Civil, onde obtiveram os resultados alcançados durante os dois anos de administração. Só em 2020, o eixo Desenvolvimento Econômico, com o valor bruto de produção anual da lavoura agropecuária, que tinha meta de R$ 9,3 bilhões, superou as expectativas e alcançou cerca de R$ 12 bilhões.

Um dos resultados significativos foi na área de Educação. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ensino Médio que era de 3,8 em 2018,  teve como resultado 4,0 em 2019.

O  Plano Estratégico do Governo de Rondônia traçado pelo governador Marcos Rocha, vem sendo alcançado e tem refletido positivamente na solidez fiscal. Muitos países, a exemplo da China, buscam investimentos no Estado que também tem feito investidores nacionais que buscam implantar seus empreendimentos em Rondônia.

O secretário-chefe da Casa Civil orientou aos secretários sobre o atendimento aos parlamentares, destacando a importância de cada parlamentar. “Temos que entender a função do deputado na condução de seus pedidos que também são da comunidade. Eles (os deputados) foram aprovados pela sociedade”, disse.

O secretário de Estado de Finanças (Sefin), Luiz Fernando Pereira, disse que os desafios deste ano atípico, por causa da pandemia do coronavírus, foram superados e Governo conseguiu passar por esta prova recebendo notas importantes. “Agora, vamos pavimentar ainda mais nossas finanças, para alcançarmos os objetivos traçados pelo governador coronel Marcos Rocha, no atendimento à população estadual em 2021”, concluiu o secretário.

SUBSTITUIÇÃO

O procurador Geral de Justiça (PGE), Juraci Jorge, e o adjunto, Leri Antonio Souza e Silva, bem como o superintendente de Licitação (Supel), Marcio Rogério Gabriel, serão substituídos no próximo dia 1 de janeiro de 2021, conforme informou o secretário Junior Gonçalves. Juraci Jorge, servidor de carreira com mais de 27 anos como procurador do Estado, esteve no cargo por 7 anos. “Saio com a sensação do dever cumprido”, disse ele. Ele será substituído pelo procurador Maxwel Mota de Andrade.

Servidor do Estado, Marcio Gabriel esteve no cargo por mais de 10 anos. Ele irá para a Secretaria de Finanças. Em seu lugar assume o também servidor público Israel Evangelista da Silva.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias