Quarta-Feira, 29 de Abril de 2020 - 16:13 (Política)

L
LIVRE

NAZIF SE POSICIONA CONTRA AUMENTO DE IMPOSTO NA VOTAÇÃO DA MP DA EMBRATUR

Ao defender a emenda, Nazif pediu para que fosse mantida a alíquota do Imposto de Renda Retido na Fonte em 6%


Imprimir página

Na segunda (27), em sessão virtual no plenário da Câmara Federal, Nazif se pronunciou pelo PSB, contra o aumento de impostos na Medida Provisória 907/2020 da Embratur, em meio a pandemia de coronavírus.

No texto original da MP haveria um aumento progressivo de 7,9% em 2020, até atingir 15,5% em 2024. Ao defender a emenda, Nazif pediu para que fosse mantida a alíquota do Imposto de Renda Retido na Fonte em 6%, sobre os valores pagos ou remetidos a pessoas física e jurídica no exterior em viagens, negócios e serviços até R$ 20 mil.

"Nesse momento é altamente inoportuno falar em qualquer aumento de impostos, a perspectiva de antes do COVID -19 era uma, agora é totalmente o contrário, estamos entrando praticamente em uma recessão, e falar em aumento de impostos nesse momento não tem cabimento algum", disse Nazif.

Após a votação, a proposta apresentada de manter os 6%, foi aprovada.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias