Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019 - 09:20 (Geral)

L
LIVRE

ENCONTRO AVALIA DESENVOLVIMENTO DO ‘JOVEM APRENDIZ’ NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL DE ARIQUEMES

Projeto Pioneiro no estado contratou 45 Jovens entre 14 e 18 anos para atuar nas Secretarias Municipais de Saúde e Educação.


Imprimir página

A tarde da última sexta-feira (19) foi de prestação de contas no gabinete da Prefeitura de Ariquemes. De maneira mais informal, numa roda de conversas, o objetivo era obter dos jovens inseridos no Programa, e que atuam na administração pública municipal desde março deste ano, um relatório dos reflexos da experiência vivida por eles. "Eles exercem uma atividade supervisionada e nós somos responsáveis pelos atos destes adolescentes no âmbito da administração Pública, e hoje foi mais uma reunião para termos esse feed back, saber deles próprios o que estão achando, onde estão evoluindo e sugestões sobre o nosso programa." Afirmou o Prefeito Thiago Flores. 

PIONEIRISMO EM RONDÔNIA

Em vigor desde 2005 para empresas privadas, a Lei do Jovem Aprendiz possibilita a inserção no mercado de trabalho, de adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos e que estejam frequentando a escola. Pela primeira vez na história, Ariquemes passou a fazer as contratações pelo Poder Público, após aprovação da Lei  nº 2.084 de 14 de setembro de 2017, proposta pelo vereador Renato Garcia (PTD). A oportunidade ofertada pela Prefeitura foi destinada para jovens com idade entre 14 e 18 anos, inseridos em famílias carentes, e que cursam o ensino médio/técnico. A carga horária semanal é de 20 horas remuneradas, em horário oposto ao do período escolar.  "Desde que a lei federal entrou em vigor, nós tentávamos que ela fosse implementada na esfera pública municipal, mas apresentamos para vários vereadores e prefeitos e somente em 2017 foi apreciada e aprovada e hoje é uma realidade e nós estamos imensamente felizes, porque combate a exploração da mão - de – obra jovem, previne o aliciamento para o mundo do crime e ainda ajuda  essas famílias financeiramente." Disse Cristina Ayres, precursora do projeto na cidade.

A EXPERIÊNCIA

Entre as muitas experiências ouvidas estava a da jovem A.G.S, 17 anos. A menina de sorriso encantador morou num abrigo para criança em Ariquemes. Recentemente adotada, diz que a oportunidade a ajudou a superar seus desafios pessoais e lhe deu a certeza da escolha profissional para o futuro. "O projeto representou para a minha vida um grande crescimento. Essa oportunidade fez com que eu pudesse ver a vida de uma maneira diferente. Amadureceu meu modo de pensar e de agir. Aprendi o que eu nunca imaginei aprender. Hoje sei que quero trabalhar na administração pública. Só tenho a agradecer." Finalizou.

Fonte: 017- Prefeitura de Ariquemes

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias