Terça-Feira, 25 de Junho de 2019 - 08:12 (Polícia)

14
Não recomendado para menores de 14 anos

USANDO O PRÓPRIO CELULAR, GAROTO FILMA ESQUARTEJAMENTO DE PINSCHER EM VILHENA; LABRADORA TAMBÉM FOI MORTA A PANCADAS

Adolescente de 16 anos foi levado para hospital dupla execução canina


Imprimir página

Um garoto de 16 anos cometeu uma atrocidade que chocou Vilhena na manhã desta segunda-feira, 24, e o caso acabou indo parar na polícia. O menino degolou uma pequena cadelinha da raça Pinscher, e em seguida esquartejou o animal.

Imagem Ilustrativa

Depois de matar e picar a cachorrinha, o adolescente atacou outra, uma labradora, que ficou com a cabeça esfacelada, cortes pelo corpo e um “rasgo” na boca, provavelmente feito com um objeto cortante. A segunda cadela atacada chegou a ser socorrida, mas em virtude do intenso sangramento, acabou morrendo quando recebia socorro.

Leitores do FOLHA DO SUL ON LINE, que tiveram conhecimento dos detalhes, disseram que a casa onde os animais foram torturados e mortos, estava banhada de sangue.

O mais apavorante, no entanto, é que o menino teria gravado com o próprio celular a crueldade. Enquanto esquartejava a primeira vítima, ele teria revelado, na filmagem, cujo acesso está restrito à família, a motivação dos ataques.

Depois de toda a selvageria, o garoto, que antes do que parece ter sido um surto era calmo, foi levado para o Hospital Regional, onde permanece internado.

Fonte: 015 - Folhadosulonline

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias