Sexta-Feira, 05 de Agosto de 2022 - 18:50 (Polícia)

L
LIVRE

Destruição de dragas e balsas no Rio Madeira revela esforços no combate ao garimpo ilegal

Ação é o resultado das denúncias dos próprios moradores.

Autor - Emerson Barbosa

A destruição de pelo menos 23 dragas e balsas pela Polícia Federal (PF) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), esta semana, na altura do município de Autazes Amazonas, demonstra o retrato de uma atividade ilegal com a extração de ouro, no Rio Madeira, rio que nasce na Bolívia nesta parte de Rondônia. 


PF Ilustração

A declaração é da PF que informou que, “a ação na quinta-feira, (04) é parte do resultado da desobstrução da hidrovia federal”


PF AM

Além disso, o órgão alerta que as operações de combate vão continuar por todo o ano de 2022 se estendendo para outras regiões com concentração garimpeira ilegal. “A PF dos Amazonas vem realizando um mapeamento. Onde houver balsas e dragas realizando garimpo ilegal de ouro, nós vamos agir”, explica Eduardo Pontes, sup. da PF no Amazonas.

A ação conjunta entre as forças já havia ocorrido em novembro de 2021 no mesmo ponto, quando cerca de 131 dragas/balsas foram destruídas após serem flagradas envolvidas numa verdadeira cidade flutuante no Rio Madeira. Ação, desta vez também envolveu a participação dos moradores que filmaram e denunciaram a pratica ilegal resultante nos trabalhos policiais.

Fonte: 010 - News Rondônia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/destruicao+de+dragas+e+balsas+no+rio+madeira+revela+esforcos+no+combate+ao+garimpo+ilegal/206387

News Rondônia