Terça-Feira, 27 de Julho de 2021 - 15:30 (Geral)

L
LIVRE

A importância de cuidar das finanças para o futuro

Para a realização da pesquisa foram feitas 3.433 entrevistas com pessoas acima de 16 anos, economicamente ativas.

Planejamento é a palavra de ordem quando se fala em finanças e futuro. Ter uma aposentadoria que ofereça segurança, tranquilidade e qualidade de vida é o desejo de muitos brasileiros. Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), no ano passado, mostrou que 45,5% dos trabalhadores do país esperam ter uma realidade financeira melhor nessa fase da vida.

Também de acordo com o estudo, os entrevistados informaram que pretendem se aposentar, em média, aos 60 anos e que têm o interesse de serem menos dependentes da renda do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para a realização da pesquisa foram feitas 3.433 entrevistas com pessoas acima de 16 anos, economicamente ativas.

No entanto, apesar de pensarem no futuro da vida financeira, a maioria ainda não começou a se preparar: 62% dos entrevistados não conseguiram guardar dinheiro em 2019 e, com o agravamento da crise econômica por conta da Covid-19, podem estar mais vulneráveis. “A crise deixará o mundo e os brasileiros mais pobres. A constatação torna os temas poupança e investimento ainda mais relevantes”, analisa a Anbima no documento.

Como e quando começar a planejar a aposentadoria

De acordo com a Anbima, os 38% dos brasileiros que conseguiram economizar fizeram a lição de casa corretamente: primeiramente, buscaram alternativas para reduzir as despesas do dia a dia. Posteriormente, quatro em cada dez pessoas aplicaram o recurso em produtos financeiros, criando a oportunidade desses valores aumentarem.

Para especialistas, esses devem ser os primeiros passos para planejar a aposentadoria e o melhor momento para começar é sempre agora. Dentre as alternativas para economizar estão colocar as despesas no papel e tentar controlá-las, evitando os gastos considerados supérfluos e tentando reduzir as despesas fixas. Compras desnecessárias devem ser cortadas, enquanto a pesquisa de preços precisa se tornar uma grande aliada.

Com os recursos em mãos será possível investir. Esse processo pode ser realizado pela internet, por meio de uma plataforma de investimentos. A escolha do produto financeiro adequado dependerá do perfil do futuro investidor.

Qual é o melhor investimento para a aposentadoria?

As aplicações financeiras de longo prazo são mais recomendadas quando o investimento tem foco na aposentadoria. Os planos de previdência, os títulos de renda fixa atrelados à inflação e opções em renda variável são alternativas que atendem essa finalidade.

A decisão sobre qual é a melhor forma de investimento depende de uma avaliação não só das características de cada produto, como o perfil de quem vai investir e o prazo que se tem até aposentar. Em geral, os planos de previdência privada são indicados para quem não tem muito tempo até a aposentadoria e está inseguro para fazer a simulação de valores e a escolha do investimento por conta própria.

Os títulos de renda fixa atrelados à inflação são recomendados para quem tem um prazo maior para aposentadoria e um perfil mais conservador, que prefere evitar riscos.

Por sua vez, as opções em renda variável como, por exemplo, ações na Bolsa de Valores são indicadas para investidores com perfil mais arrojado, dispostos a correr mais risco para obter maior retorno financeiro.

Fonte: Assessoria

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/a+importancia+de+cuidar+das+financas+para+o+futuro/179222

News Rondônia