Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021 - 09:23 (Agricultura)

L
LIVRE

Área plantada com os principais grãos produzidos em Rondônia deve apresentar variação positiva de 5,9% na safra 2021

O arroz plantado em uma área de aproximadamente 42 mil hectares, deve alcançar uma produção de 139,5 mil toneladas e produtividade média de 3.238 kg/ha. Crescimento de 0,1% em relação ao ano anterior.

Mesmo em meio ao cenário de pandemia, o agronegócio de Rondônia vem apresentando resultados positivos. Isso se deve ao incentivo do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), para os plantios, colheitas e produções de grãos Estado.

Segundo informações da gerência de Agrodados da Seagri, a área plantada com os principais grãos produzidos em Rondônia, sendo eles: o arroz, o caroço de algodão, o feijão, o milho e a soja, deve apresentar variação positiva de 5,9% na safra 2020/2021, com destaque para o aumento da área plantada de soja nos últimos cinco anos, que foi de 37,9%, enquanto a produção e produtividade cresceram 48,8% e 7,9%, respectivamente.

“A expansão da área plantada de soja se deu, sobretudo, pela ocupação de áreas de pastagens degradadas, com o plantio avançando para as regiões central e norte do Estado. Atualmente a soja ocupa uma área de aproximadamente 400 mil hectares”, explicou o economista da Seagri, Alex Rilie.

Conforme mostra o 6º levantamento de grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o algodão também se destacou na produção, com um aumento de 88,5% da área plantada, após a liberação, em 2019, pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), do plantio de algodão transgênico. Cabixi, Pimenteiras do Oeste e Vilhena são os principais municípios produtores de algodão do Estado. Estima-se para a safra 2020/2021 uma produção de 30 mil toneladas de algodão em caroço, 11,7 mil toneladas de algodão em pluma e 19,1 mil toneladas de caroço de algodão em uma área plantada de 7,9 mil hectares.

O arroz plantado em uma área de aproximadamente 42 mil hectares, deve alcançar uma produção de 139,5 mil toneladas e produtividade média de 3.238 kg/ha. Crescimento de 0,1% em relação ao ano anterior. Toda a área prevista para semeadura do arroz já foi plantada e a oferta de água foi suficiente para o suprimento das plantas (os talhões já estabelecidos com a cultura se encontram em boas condições).

De 2020 para 2021 Rondônia teve um crescimento de 1,3% na produção de milho e deve colher 981,4 mil toneladas na safra 2021; a área plantada é de aproximadamente 200 mil hectares. Já o feijão, a expectativa de colheita são de 3,8 mil toneladas com uma produtividade de 982 kg/ha nesta safra. O grão tem se destacado no Estado, com crescimento de 5,9% na área plantada, nos últimos anos.

Outro destaque importante é o café, onde houve uma redução de 26% da área em produção, da safra de 2016 a 2020, mas com aumento de 37,3% da produção e 85,5% na produtividade neste período. Conforme disse Alex Rilie, isso se deve, principalmente, ao uso de tecnologias e condições climáticas favoráveis. A maior parte da produção de café no Estado está concentrada nos municípios de Alto Alegre dos Parecis, Alta Floresta do Oeste, Cacoal, Ministro Andreazza, Nova Brasilândia D’Oeste e São Miguel do Guaporé.

Na produção agrícola, Rondônia também se destaca em outras culturas presentes, principalmente na agricultura familiar, como a mandioca e a banana. A produção estimada para a mandioca, na safra 2021, é de 536,5 mil toneladas, 7,2% menor da que foi obtida na safra 2019, porém a área colhida deve apresentar aumento de 0,2%.

Já a banana, fruta produzida em quase todos os municípios, a área colhida estimada apresentou aumento de 5,4% na safra 2020, em relação à de 2019. Para a safra de 2021, Rondônia deve colher 84 mil toneladas, em uma área de 6.644 mil hectares com produtividade média de 12.657 kg/ha.

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de Rondônia alcançou R$ 18,3 bilhões de reais em fevereiro de 2021, e foi 56,84% maior do que o obtido no mesmo período de 2020. Os produtos agrícolas de melhor desempenho foram o milho (R$ 1,2 bilhões), o arroz (R$ 412 milhões) e a soja (R$ 3,0 bilhões).

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/area+plantada+com+os+principais+graos+produzidos+em+rondonia+deve+apresentar+variacao+positiva+de+59+na+safra+2021/169781

News Rondônia