Terça-Feira, 30 de Junho de 2020 - 19:48 (Política)

L
LIVRE

CORONAVÍRUS: Sargento Eyder Brasil cobra explicações da prefeitura de Porto Velho

O deputado mencionou que há mais de 100 dias o Estado registrava o primeiro caso confirmado de coronavírus, e após dez dias, o primeiro óbito em Porto Velho. Neste intervalo, nenhum protocolo de saúde foi implantado ou medicamento distribuído.

Durante a sessão ordinária nesta terça-feira (30), o deputado Sargento Eyder Brasil (PSL) realizou uma cronologia do coronavírus no Estado e manifestou repúdio a administração pública municipal de Porto Velho, que entrou na justiça para decretar o Lockdown.
 
 
O deputado mencionou que há mais de 100 dias o Estado registrava o primeiro caso confirmado de coronavírus, e após dez dias, o primeiro óbito em Porto Velho. Neste intervalo, nenhum protocolo de saúde foi implantado ou medicamento distribuído. 
 
"Hoje faz nove dias que enterramos meu pai em virtude do coronavírus. Meu irmão e minha cunhada também positivaram e a ordem na lá Unidades de Saúde da capital é para aguardar em casa, quando ocorre o atendimento. “Meu pai morreu e até hoje estamos aguardando o retorno do Call Center da prefeitura", disse indignado.
 

 
Eyder também disse que em virtude da incompetência da atual gestão municipal, vidas são ceifadas e a economia está sendo estrangulada. A partir de amanhã 23 municípios terão que retroceder para a Fase 1 do decreto 25.149, de 14 de Maio de 2020.
 
“O que foi feito com tanto dinheiro destinado para Porto Velho para combater essa pandemia? Quantas doses de Azitromicina, Ivermectina e zinco foram adquiridos para doar à população?", perguntou.
 
O parlamentar finalizou sua fala lamentando o estrangulamento da economia do Estado.

Fonte: Assessoria

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/coronavirus+sargento+eyder+brasil+cobra+explicacoes+da+prefeitura+de+porto+velho/153797

News Rondônia