Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019 - 21:26 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: A NOVA CPMF

E como sobra imposto não seria preciso aumentar ou criar mais. Certo? Errado!

“PF segue firme contra a corrupção e a lavagem de dinheiro. Longa vida à Operação Lavajato” – Ministro Sergio Moro depois da prisão de Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão

1-Tratado sobre nulidade

Ouvi falar do Carlos Bolsonaro na campanha do pai. Nada sabia dele e continuo sem saber depois desta: “Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos... e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre nos dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!” Entendeu?

O irmão Flavio que almeja ser embaixador tentou ajudar e se deu mal: “não teve nada de mais”. Zé de Nana foi fundo: “Calado a gente pensa que ele é idiota e falando a gente tem certeza”. Dos três fico com o Zé de Nana que se inspirou na Bíblia. Provérbios 17:28.

Quando a gente pensa que já viu de tudo, surge das profundezas do obscurantismo o Rodrigo Maia mordendo nosso calcanhar. O que quero Maia enrolado num tribunal de primeiro grau? Impedir que algum juiz singular ordene a prisão, quebra de sigilo bancário, telefônico, busca ou apreensão de políticos. Com aval do “Rei Botafogo”, a PEC que limita o foro privilegiado a presidente, vice, presidente da Câmara, Senado e STF se abriria para a fauna bandida. Daqui a algum tempo não duvidem se traficantes brasileiros vierem a ter foro e passaporte especiais.

3-A nova CPMF

A gente não tem agua tratada, nem esgotamento sanitário. Faltam vacinas, médicos, creches e segurança pública. Sobram drogas, tiros, favelas, flanelinhas e impostos. E como sobra imposto não seria preciso aumentar ou criar mais. Certo? Errado! Vem aí de volta a velha CPMF com nome novo.

Seria a recriação do rejeitado imposto ou apenas um bode na sala? As discussões já começaram, mas creio que num determinado momento a rejeitada CPMF ou o nome que lhe derem vire moeda de troca para alguma coisa. Afinal, a nova política de qualquer governo inclusive neste, é o revival da velha pratica franciscana: “É dando que se recebe”. Amém

4-Simpatia para tirar bode da sala

“Vamos trabalhar em conjunto. Importante é ter um novo sistema tributário. Quem votou primeiro, quem votou depois não é relevante”, disse Rodrigo Maia e mais: “Nós trouxemos o debate da tributária antes de terminar a Previdência.” 

Ora, até a pipira de Santa Catarina sabe que vai ter “toma-lá-dá-cá” e com uma novidade: o exorcismo do bode. ACPMF será engolida pelo IVA sumindo como o sal na tapioca, sem alterar o sabor. Ficará só o IVA. Aí todos louvam a São Francisco, o santo protetor dos animais, felizes com a sala limpa e cheirosa sem o bode.

5-11 de setembro

Aniversário macabro. Há 18 anos a intolerância, o terror e o ódio revelaram ao mundo a sua face mais cruel e sanguinária.

O ataque às Torres Gêmeas em New York mudou o mundo e os conceitos sobre segurança nacional. 2977 civis morreram numa guerra que nem sabiam existir, incluindo 343 bombeiros, 23 policiais e 37 oficiais portuários. 11 de setembro é uma data para não se esquecer, mas a intolerância e o ódio inclusive em nosso país existem e assustam.

leoladeia@hotmail.com

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/politica+murupi+a+nova+cpmf/136560

News Rondônia