Segunda-Feira, 15 de Julho de 2019 - 17:44 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

DIA DA POLICIAL MILITAR FEMININA RECONHECE HISTÓRICO DE LUTA DESDE A PRIMEIRA MULHER A INGRESSAR NA PM DE RONDÔNIA

Homenagear as policiais militares está relacionada com a preocupação do resgate histórico

O dia 10 de fevereiro dos próximos anos será marcado por homenagens e reconhecimento às policiais militares da Polícia Militar do Estado de Rondônia. Com uma história de força, coragem e desempenho, as policiais foram coroadas com um dia dedicado em respeito ao comprometimento na execução do serviço policial, tendo a lei sancionada pelo Governo de Rondônia que estabelece o “Dia da Policial Militar Feminina” no Estado. A data será comemorada anualmente em 10 de fevereiro, em referência a inclusão da primeira mulher na PM/RO, ocorrida em 1983.

Mais de três décadas se passaram desde a inclusão da primeira mulher da Polícia Militar de Rondônia e, atualmente, o número cada vez maior de policias femininas tem comprovado a dedicação de servir à sociedade, demonstrado e conquistando novos espaços dentro da Corporação. Conforme apontado pelo comandante-geral da Polícia Militar de Rondônia, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Correa, a data, agora comemorativa e que entrará para o calendário oficial do Estado, visa coroar toda a trajetória e o legado deixado pelas primeiras policiais femininas e, inclusive, garantir a valorização de uma categoria que trouxe um diferencial à Corporação.

Atualmente, a Polícia Militar de Rondônia conta com a presença de mais de quinhentas policiais femininas, presentes nos campos operacional e administrativo, integrantes e comandantes de tropas e Unidades da Corporação. Galgando postos cada vez mais altos, a policial militar já chegou ao topo do comando-geral da Polícia Militar, quando a coronel PM Angelina dos Santos assumiu em 19 de agosto de 2003 a missão de comandante-geral, sendo a primeira mulher a comandar uma Corporação Policial Militar no Brasil.

Para a adjunta da Coordenadoria de Planejamento Operacional da Polícia Militar, capitã PM Michelly Mendes, hoje é impossível mencionar a Polícia Militar de Rondônia sem que se incluam as Praças e Oficiais femininas, tomando decisões, determinando, cumprindo as tarefas a elas confiadas com a serenidade e segurança.

Homenagear as policiais militares está relacionada com a preocupação do resgate histórico

“Temos que lembrar com orgulho das primeiras mulheres que ingressaram na Polícia Militar de Rondônia e, na época, enfrentaram dificuldades, mas, conseguiram quebrar paradigmas e honraram com dignidade a missão mesmo passando por várias situações. Pioneiras que ingressaram em um ambiente antes exclusivamente masculino e, mesmo com as barreiras, conquistaram a vitória e avanços. Hoje temos mulheres soldados, cabos, sargentos, tenentes, capitãs, major e coronéis. Temos na Polícia Militar de Rondônia 37 oficiais femininas distribuídas nas áreas de Saúde, Administração e Operacionais, o que logo no início dessa trajetória era algo difícil”, argumentou a capitã, lembrando, ainda, que outras diversas áreas têm atuação das policiais militares, dentre elas, no policiamento ostensivo, trânsito, choque, policiamento ambiental, policiamento escolar, corregedoria, patrulha Maria da Penha e outras.

A capitã Michelly lembrou que a proposta de oficializar o dia 10 de fevereiro como o “Dia da Policial Militar Feminina” da Polícia Militar de Rondônia surgiu dentro da corporação e levada para o conhecimento do deputado estadual Eyder Brasil que, conforme ela explica, abraçou a proposta e apresentou o projeto de lei instituindo a data que oficializa o marco da trajetória feminina na Corporação e, posteriormente, sancionada pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha que tem erguido a bandeira da valorização da Polícia Militar, bem como as instituições que atuam na área da Segurança Pública.

A oficial enfatiza que a justificativa de homenagear as policiais militares está relacionada com a preocupação do resgate histórico das pioneiras que passaram pela corporação e que se tornaram motivo de orgulho. Conforme a proposta já discutida, a institucionalização do “Dia da Policial Militar Feminina” (10 de fevereiro) vai ao encontro do intuito de não se perder um fato significativo na história da Polícia Militar de Rondônia.

“Estamos felizes pelo deputado ter acolhido esse projeto e ao mesmo tempo pelo governador Marcos Rocha enaltecer a cada uma policial. Esse dia e para homenagear as pioneiras que sofreram tanto e abriram o espaço para as mulheres.  Foi através delas, bem como de outras de vários setores que  hoje as mulheres são bem vistas em qualquer lugar de trabalho que possa imaginar. Foi uma época difícil com relatos históricos do que as primeiras policiais passaram e como honraram a instituição deixando um legado de competência, perseverança e profissionalismo, que deve ser seguido. Isso deve ser um resgate histórico. Somos mulheres policiais, mães, trabalhadoras que servem com coragem e bravura nossa missão dentro da Polícia Militar de Rondônia”, sintetizou a capitã Michelly.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/dia+da+policial+militar+feminina+reconhece+historico+de+luta+desde+a+primeira+mulher+a+ingressar+na+pm+de+rondonia/133220

News Rondônia