Quarta-Feira, 05 de Junho de 2019 - 14:47 (Cidades)

L
LIVRE

CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SE REÚNE PARA DISCUTIR AÇÕES PARA AGRICULTURA DA CAPITAL

Outro projeto da Semagric é a implantação da mandiocultura em Porto Velho.

A reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Porto Velho aconteceu nesta terça-feira (4/6), no auditório do Banco Basa, ocasião em que foi comemorada a volta da subsecretaria ao status de Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric).

O titular da pasta, Luiz Cláudio, falou da experiência de ter exercido dois mandatos de deputado estadual e um de federal, inclusive trazendo uma emenda de R$ 3 milhões para somar aos R$ 2,9 milhões do orçamento disponível para Semagric.

O secretário falou ainda sobre o planejamento de manutenção das estradas rurais, a recriação de programas, ampliação dos que já estão sendo executados e da ideia de implantar a educação no campo para estimular os jovens a permanecerem na área rural. Outro projeto da Semagric é a implantação da mandiocultura em Porto Velho.

"A capital rondoniense tem vocação para diversas atividades agrícolas, a exemplo do plantio de mandioca, cuja área precisa ser expandida para atender as indústrias farinheiras que querem adquirir matéria prima pra ter o mercado garantido. Também é preciso incentivar a produção hortifrutigranjeira, dentre elas a do maracujá e do abacaxi", disse Luiz Cláudio.

Durante a reunião, foi abordada também a reestruturação da Semagric, a parceria com a Ceplac, Emater e Sejus para distribuição do cacau clonal em Porto Velho, crédito fundiário, dia de campo da banana. Na oportunidade foi aprovada a nova legislação do Conselho. Outro assunto da pauta foi o abandono do Entreposto Comercial de Frutas, que era administrado pela Cooperativa Agrosustentável de União Bandeirantes (Unicoop).

O secretário adjunto da Semagric, Francisco Evaldo de Lima, explicou que foi disponibilizada, em regime de comodato, pelo período de 15 anos, dois lotes de terra para construção do entreposto comercial de frutas e derivados. "A construção do entreposto comercial de frutas e derivados foi realizada a partir de um compromisso financeiro do Instituto Camargo Correia para construção de toda estrutura. Portanto, a responsabilidade da Semagric é tão somente quanto à área disponibilizada em regime de comodato para construção do entreposto comercial", comentou Evaldo.

Ao final ficou decidida pelos conselheiros, a criação de uma comissão que vai apurar onde estão e como está a situação dos equipamentos da cooperativa.

Fonte: 015 - Comdecom

Link: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/conselho+municipal+de+desenvolvimento+rural+se+reune+para+discutir+acoes+para+agricultura+da+capital/131191

News Rondônia